Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13284
Tipo do documento: Dissertação
Título: Potenciais evocados relacionados à integração semântica entre estímulos musicais e faces em pessoas com alto desempenho musical
Autor: Rocha, Viviane Cristina da
Primeiro orientador: Boggio, Paulo Sérgio
Primeiro membro da banca: Gonçalves, Óscar Filipe Coelho Neves
Segundo membro da banca: Teixeira, Maria Cristina Triguero Veloz
Resumo: Por meio das tecnologias de imageamento cerebral e de investigação eletrofisiológica, pode-se compreender melhor o funcionamento do cérebro ao ouvir música ou executá-la, sem que sejam necessárias técnicas invasivas de exploração neurológica. Este trabalho tem como objetivo geral investigar o processamento cerebral de melodias de conotação alegre ou triste por pessoas de duas diferentes populações. Participaram do estudo 32 adultos, entre 21 e 35 anos, falantes língua portuguesa brasileira, divididos em dois grupos: G1, composto por cantores líricos profissionais e G2, por pessoas sem formação musical. Os dois grupos foram submetidos a dois experimentos. O Experimento 1, composto por melodias cantadas sem palavras, divididas em melodias relacionadas a alegria e melodias relacionadas a tristeza, compostas especialmente para este estudo. Todos os trechos foram cantados em vocalize, seguidos de uma face, alegre ou triste, sendo congruente ou incongruente em relação ao trecho que a precede. No total, foram apresentados 80 excertos musicais, 40 relacionados à alegria e 40 à tristeza. Os participantes julgavam, para cada trecho ouvido, se a face apresentada ao final do excerto seria considerada congruente ou incongruente em relação à melodia que a precedeu. No Experimento 2, 20 dos participantes realizavam tarefa semelhante, porém deveriam julgar se as faces eram congruentes ou incongruentes à palavra que a precedia. Para esse experimento, foram utilizadas 40 palavras (20 relacionadas a alegria e 20 a tristeza). Foram analisados os dados comportamentais (desempenho na tarefa e tempo de reação) e os dados eletrofisiológicos (amplitude média dos componentes). Foi realizada análise estatística por meio de ANOVA para medidas repetidas, estabelecendo-se erro α=5%. Para os dados eletrofisiológicos, foram analisados individualmente os potenciais P1, N1, N70, EPN e N2. Não foram encontrados efeitos de grupo para os dados comportamentais. No entanto, efeitos de grupo foram encontrados somente nos dados eletrofisiológicos do primeiro experimento, para os componentes P1, N1, EPN e N2, indicando uma possível influência do priming em função do conhecimento musical dos sujeitos.
Abstract: Based on new techniques of brain imaging and electrophysiological approaches, it is possible to better understand brain functioning when listening or making music. This study aims to investigate how emotional cues in melodies are integrated with emotional cues in faces and how musical training influences this particular task. Participated in the experiments 32 adults, brazilian Portuguese speakers, from 21 to 35 years of age, divided in 2 groups: G1, with professional classical singers and G2, with people who had no musical training during their lives. Both groups were submitted to the 2 experiments. Experiment 1 had 80 different melodies sung without words by a female professional singer, 40 related to happiness and 40 related to sadness. Every musical excerpt was followed by a female face, that could express happiness or sadness. Participants had to judge whether the face was congruent or incongruent with the preceding musical excerpt. In Experiment 2, 20 of the participants did a similar task. However, they had to judge whether the face was congruent or incongruent with a word that had previously appeared. For this experiment, there were 40 words, 20 related to happiness and 20 related to sadness. Behavioural data (task performance and reaction time) and electrophysiological data (amplitude of evoked potentials) were analyzed through a repeated measures ANOVA, with established error α=5%. The evoked potentials P1, N1, N170, EPN and N2 were individually analyzed. As results, there were no significant effects for group. However, in the electrophysiological data, there were significant effects for group in P1, N1, EPN and N2 for the first experiment, as such results were not found for the second experiment. These results indicate that there might be a possible influence of priming when it comes to subjects musical experience.
Palavras-chave: música;  potenciais evocados;  emoção;  expressões faciais;  treinamento musical;  music;  evoked potentials;  emotion;  facial expressions;  musical training
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: ROCHA, Viviane Cristina da. Potenciais evocados relacionados à integração semântica entre estímulos musicais e faces em pessoas com alto desempenho musical. 2013. 117 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1593
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13284
Data de defesa: 1-Jan-2013
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1593/1/Viviane%20Cristina%20da%20Rocha.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.