Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13282
Tipo do documento: Dissertação
Título: Tradução, adaptação transcultural e evidências de validade das Escalas Bayley III de Desenvolvimento Infantil em uma população do Município de Barueri, São Paulo
Título(s) alternativo(s): Translation, cultural adaptation and validity evidences of Bayley Scales III of infant development in the population of Barueri, São Paulo
Autor: Madaschi, Vanessa
Primeiro orientador: Paula, Cristiane Silvestre de
Primeiro membro da banca: Schwartzman, José Salomão
Segundo membro da banca: Santos, Denise Castilho Cabrera
Resumo: Introdução: Sabe-se que, no universo acadêmico e clínico, há uma carência de instrumentos de avaliação do desenvolvimento infantil validados para nossa população. A busca de instrumentos com evidência de utilidade clínica e de pesquisa é crucial, considerando que os resultados dos testes são parte de uma avaliação abrangente do diagnóstico do desenvolvimento infantil. As Escalas Bayley III, aplicadas em crianças de 16 dias a 42 meses de idade, são reconhecidas como um dos melhores instrumentos para a avaliação do desenvolvimento infantil. O objetivo deste estudo foi realizar a tradução, adaptação transcultural e buscar evidências de validade por mudanças desenvolvimentais e por padrões de convergência de crianças de 12 a 42 meses de idade. Método: A tradução e a adaptação transcultural foram realizadas a partir das diretrizes propostas pelo Internation Test Commission. Foram seguidos os seguintes passos: tradução, duas revisões, adaptação cultural, teste piloto e revisão produzindo uma versão final do instrumento nos três domínios. Essa versão brasileira obteve a aprovação da editora americana que detém os direitos autorais e comerciais do instrumento, estando atualmente disponível para uso. A amostra do estudo foi de 207 crianças de 12 a 42 mese de idade de creches públicas do município de Barueri (SP). Resultados: análises descritivas mostraram validade por mudanças desenvolvimentais, visto que o desempenho da amostra dos participantes avaliados pelas Escalas Bayley III foi sensível à idade. Padrões de convergência foram confirmados por meio de correlações positivas e significantes entre os escores das Escalas Bayley III e os instrumentos Peabody Developmental Motor Scale (domínios motor grosso e fino), Leiter International Performance Scale-Revised (cognitivo), Lista de Avaliação de Vocabulário Expressivo (linguagem expressiva) e Teste de Vocabulário por Imagens Peabody (linguagem receptiva). Conclusões: os resultados da pesquisa sugerem boa adequação dos parâmetros psicométricos buscados para a versão brasileira das Escalas Bayley III, atestando a qualidade do instrumento.
Abstract: Introduction: It is known that in the academic and clinical training, there is a lack of validated assessment tools in child development for the Brazilian population. The search of instruments with evidence of clinical utility and research is crucial considering that the test results are part of a comprehensive evaluation of the diagnosis of child development. Bayley Scales III, applied to children of 16 days to 42 months old, are recognized as one of the best instruments for the assessment of child development. The aim of this study was to perform the translation, cultural adaptation and search for evidences of validity for developmental changes and convergence patterns of 12-42 months children. Method: The translation and cultural adaptation were accomplished based on the guidelines proposed by the Internation Test Commission. The following steps were the guidelines of this study: translation, it two reading, cultural adaptation, pilot test and review producing a final version of the instrument in all three domains. The Brazilian version obtained approval from U.S. publisher that owns the copyright and trade instrument; they are currently available for use. The study sample were 207 children between 12 and 42 months old at public daycare centers of Barueri, SP. Results: Descriptive analyzes showed validity for developmental changes, since the performance of the sample of participants assessed by the Bayley Scales III was sensitive to age. Patterns of convergence were confirmed through significant and positive correlations between the scores of the Bayley Scales III and the Peabody Developmental Motor Scale instruments (fine and gross motor domains), Leiter International Performance Scale-Revised (cognitive), Assessment List of Expressive Vocabulary (expressive language) and Peabody Picture Vocabulary Test (receptive language). Conclusion: The results of the research suggest good fit on psychometric parameters searched for the Brazilian version of the Bayley Scales III, attesting to the quality of the instrument.
Palavras-chave: escala de avaliação;  desenvolvimento infantil;  Escalas Bayley III;  assessment scale;  child development;  Bayley Scale III
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: MADASCHI, Vanessa. Translation, cultural adaptation and validity evidences of Bayley Scales III of infant development in the population of Barueri, São Paulo. 2012. 85 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1591
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13282
Data de defesa: 18-Dez-2012
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1591/1/Vanessa%20Madaschi.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.