Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13281
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação de funções executivas, linguagem oral e escrita em pré-escolares
Título(s) alternativo(s): Assessment of executive functions, language and learning in preschoolers
Autor: Pazeto, Talita de Cassia Batista
Primeiro orientador: Capovilla, Alessandra Gotuzo Seabra
Primeiro membro da banca: Macedo, Elizeu Coutinho de
Segundo membro da banca: Joly, Maria Cristina Rodrigues Azevedo
Resumo: A avaliação cognitiva de crianças em idade pré-escolar é importante, pois ajuda a verificar como estão se desenvolvendo habilidades relacionadas à aprendizagem e à vivência escolar, além de contribuir para a detecção precoce de possíveis dificuldades e auxiliar no planejamento de intervenções e políticas públicas. Nesse contexto, essa pesquisa abordou três habilidades diretamente relacionadas à aprendizagem escolar: funções executivas, linguagem oral e linguagem escrita. Funções executivas relacionam-se à execução de objetivos de longo-prazo, com seleção de informações, planejamento e execução de ações. Linguagem oral refere-se ao uso e à compreensão da fala e permite a comunicação. Leitura e escrita incluem diversas habilidades, desde conhecimento de letras e sons até a leitura e a escrita de itens complexos. O objetivo dessa pesquisa foi avaliar essas três habilidades em pré-escolares para verificar se elas aumentam com a progressão escolar e se estão correlacionadas entre si. Participaram 90 crianças, de ambos os sexos, com idades entre 4 e 6 anos, das séries Jardim I e Jardim II de uma escola particular de São Paulo. Os instrumentos utilizados para a avaliação das funções executivas foram Teste Stroop Computadorizado para pré-escolares, Teste de Trilhas para pré-escolares e Teste de Atenção por Cancelamento. A linguagem oral foi avaliada por meio de Prova de Consciência Fonológica por produção Oral (PCFO), Teste de Vocabulário por Imagem Peabody (TVIP), Teste de Nomeação de Figuras Infantil e Teste de Repetição de Palavras e Pseudopalavras. A linguagem escrita foi avaliada pelo reconhecimento das letras (vogais e consoantes) e seus respectivos sons, escrita do nome e teste de leitura e escrita. Test t de Student revelou efeito de série em pelo menos uma medida de todos os testes aplicados, revelando melhor desempenho do Jardim II. Não foram verificados efeitos de piso ou de teto, sugerindo adequação dos instrumentos para as séries avaliadas. Houve várias correlações significativas, principalmente entre testes de uma mesma habilidade, mas também entre as três habilidades. Nos testes de linguagem oral houve correlações significativas entre todas as medidas, ocorrendo o mesmo em relação aos testes de leitura e escrita. É interessante que leitura e escrita tiveram correlações mais altas com reconhecimento de sons do que com reconhecimento de letras, reforçando a importância dessa habilidade para a alfabetização. Na relação entre funções executivas e as demais habilidades, não foram encontradas correlações altas, mas houve várias correlações significativas, o que sugere que as funções executivas estão relacionadas às linguagens oral e escrita, ainda que de forma modesta. Nas análises de correlação entre linguagem oral e escrita, observou-se que o escore em consciência fonológica teve correlação muito alta com o escore em escrita e alta com escores em leitura e reconhecimentos de sons, sugerindo que um bom desempenho em leitura e escrita tem forte relação a habilidade de reconhecer os sons das letras e com a consciência fonológica. Portanto a presente pesquisa corroborou os pressupostos teóricos de efeito de série sobre as habilidades avaliadas, assim como revelou as correlações entre as habilidades.
Abstract: The cognitive assessment of children at preschool age is important because it helps to see how they are developing skills related to learning and school experience. It also contributes to the early detection of potential problems and assist in planning interventions and public policy. In this context, this study addressed three skills directly related to school learning: executive functions, verbal language and written language. Executive functions related to the implementation of long-term goals, with a selection of information, planning and execution of actions. Oral language refers to the use and understanding of speech and enables communication. Reading and writing include several skills, from knowledge of letters and sounds to the reading and writing of complex items. The aim of this study was to evaluate these three skills in preschool children to see if they increase with the progression of grade and are correlated. 90 children participated, of both sexes, aged between 4 and 6 years, the Kindergarten series I and II of a private school in São Paulo. The instruments used for the assessment of executive functions were computerized Stroop Test for preschoolers, Test Track for preschoolers and Attention Test for Cancellation. Oral language was assessed using the Phonological Awareness Test for Oral production (PCFO) Test Peabody Picture Vocabulary (PPVT), Naming Test and Test of Infant Figures Repeating words and pseudo words. Written language was assessed by recognition of letters (vowels and consonants) and their sounds, writing the name and test of reading and writing. Student's t test revealed serial effect on at least one measure of all tests, showing better performance Kindergarten II. There were no effects of base or top, suggesting adequacy of instruments for grades assessed. There were several significant correlations, especially between tests of the same ability, but also among the three skills. In oral language tests there were significant correlations between all measures, the same happened in relation to tests of reading and writing. Interestingly, reading and writing had higher correlations with sound recognition than with recognition of letters, reinforcing the importance of this skill for literacy. Regarding executive functions and other skills, no correlations were high, but there were several significant correlations, suggesting that executive functions are related to oral and written language, although modest. In correlation analyzes between oral and written language, it was observed that the phonological awareness score was correlated with very high scores in writing and with high scores in reading and recognition of sounds, suggesting that a good performance in reading and writing has strong regarding the ability to recognize the sounds of letters and phonological awareness. Therefore, this research corroborated the theoretical effect of series on the skills assessed, as revealed correlations between skills.
Palavras-chave: avaliação;  pré-escolares;  funções executivas;  linguagem oral;  linguagem escrita;  assessment;  preschoolers;  executive functions;  oral language;  written language
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: PAZETO, Talita de Cassia Batista. Assessment of executive functions, language and learning in preschoolers. 2012. 121 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1590
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13281
Data de defesa: 4-Dez-2012
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1590/1/Talita%20de%20Cassia%20Batista%20Pazeto.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.