Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13260
Tipo do documento: Dissertação
Título: Atuação de profissionais da educação na inclusão escolar do aluno com deficiência intelectual
Autor: Stelmachuk, Anaí Cristina da Luz
Primeiro orientador: Mazzotta, Marcos José da Silveira
Primeiro membro da banca: Saeta, Beatriz Regina Pereira
Segundo membro da banca: Mattos, Edna Antonia de
Resumo: A pesquisa teve por objetivo investigar como professores regentes e supervisores de unidades escolares têm atuado em relação aos alunos com deficiência intelectual, tendo em sala de aula a presença de um auxiliar. A fundamentação teórica baseou-se em literatura especializada e pesquisa documental referente à legislação brasileira e publicações oficiais sobre Educação Especial. A pesquisa de campo seguiu a abordagem qualitativa, tendo como sujeitos 10 supervisores escolares e 16 professoras regentes de classes dos anos iniciais do Ensino Fundamental da Rede Pública Municipal da cidade de União da Vitória - PR. Para a coleta de dados foram utilizados questionários respondidos individualmente pelos supervisores e professoras e entrevistas semi-estruturadas realizadas com 30% dos supervisores e 31,25% das professoras. As respostas foram analisadas e organizadas em quatro categorias: significado de inclusão escolar, conceito de deficiência intelectual e objetivo educacional em relação ao aluno com deficiência intelectual, facilidades e dificuldades da inclusão desse aluno nas escolas e condições de apoio à inclusão. Os dados obtidos foram analisados de acordo com o referencial teórico possibilitando uma melhor compreensão do tema. Constatou-se que os auxiliares são solicitados à Secretaria Municipal da Educação pelas escolas; 88,46% dos sujeitos da pesquisa orientam os auxiliares. 69,23% sentem-se parcialmente preparados e 23,07% sentem-se preparados para tal função. Professoras consideram que seus alunos com deficiência intelectual apresentam maior necessidade de apoio na área acadêmica. Supervisores e professoras consideram que o apoio do auxiliar em sala de aula reflete positivamente no desenvolvimento acadêmico e social dos alunos, evidenciando ressalvas em relação ao desenvolvimento da autonomia. Os sujeitos questionam o perfil e a formação dos auxiliares e sugerem formação continuada para estes e para si.
Abstract: The object of this research was to investigate the behavior of regular teachers as well as school-unit supervisors in relation to students with intellectual deficiencies, having in view the presence of an assistant in the classroom. The theoretical fundaments were based both on specialized literature as well as documented research regarding the Brazilian legislation and official publications on Special Education. The field research followed the qualitative approach, and had as subjects 10 school supervisors and 16 regular teachers from the first years in Elementary School at the Public Municipal Network from the town União da Vitória -Paraná State. For the data collection individual questionnaires answered by the supervisors and teachers were used, and semi-structured interviews were performed with 30% of the supervisors and 31.25% of the teachers. The answers were analyzed and arranged into four categories: meaning of school inclusion, concept of intellectual deficiency, and educational aims in relation to the intellectually deficient student, facilities and difficulties involving the inclusion of such students in the regular schools and conditions for the support to the inclusion. The collected data was analyzed in accordance with the theoretical referential enabling a better understanding of the theme which was object of this study. It was verified that the assistant teachers are requested the Municipal Board of Education by the schools; 88.46% of the subjects in this research give directions to the assistants. 69.23% feel partially prepared and 23.07% feel prepared for such a position. Teachers consider that students with intellectual deficiency present a greater necessity of support in the academic area. Both, supervisors and teachers consider that the support of an assistant teacher in the classroom reflects positively in the academic and social development of the students, evidencing safeguards in relation to the development of the autonomy. The subjects questioned the profile and educational background of the assistants and suggested continuing education for such professionals as well as for themselves.
Palavras-chave: profissionais da educação;  inclusão escolar;  deficiência intelectual;  educação especial;  education professionals;  school inclusion;  intellectual deficiency;  special education
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: STELMACHUK, Anaí Cristina da Luz. Atuação de profissionais da educação na inclusão escolar do aluno com deficiência intelectual. 2011. 109 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1569
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13260
Data de defesa: 5-Dez-2011
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1569/1/Anai%20Cristina%20da%20Luz%20Stelmachuk.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.