Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13259
Tipo do documento: Dissertação
Título: Interdisciplinaridade: a percepção das mães sobre os diferentes atendimentos recebidos por crianças com paralisia cerebral
Autor: Silva, João Roberto de Souza
Primeiro orientador: Assis, Silvana Maria Blascovi de
Primeiro membro da banca: Carvalho, Sueli Galego de
Segundo membro da banca: Kohatsu, Lineu Norio
Resumo: O processo de saúde e educação de crianças com Distúrbios do Desenvolvimento é extremamente complexo e interdependente. A interdisciplinaridade apresenta-se como alternativa de construção de um modelo que possibilite discussões que podem resultar em novas propostas de ação e intervenção para além das fronteiras impostas pelas especialidades, estabelecendo, assim, parâmetros conceituais e metodológicos que possam colaborar com o diagnóstico e a intervenção. A Paralisia Cerebral (PC) é descrita como uma lesão encefálica não progressiva. Tem como principal característica a disfunção motora, porém, pode, em alguns casos, apresentar defasagem cognitiva, de linguagem ou sensorial. O objetivo deste estudo foi investigar o tipo de atendimento recebido por crianças até 08 anos com PC e conhecer a percepção sobre a interdisciplinaridade no atendimento dessas pessoas a partir do relato de suas mães. O método caracteriza-se por um estudo clínico qualitativo, a coleta de dados foi feita por meio de sessões de entrevista grupal com as mães com duração de aproximadamente noventa minutos. Os resultados foram obtidos por meio da análise de conteúdo. A interação entre os profissionais que atendem a criança é percebida e traduzida pelas mães como uma tentativa de formação de equipes interdisciplinares, porém, com práticas multidisciplinares, ou seja, são equipes compostas por profissionais de diferentes áreas da saúde, mas sem uma integração e colaboração efetivas entre as especialidades. Devido à complexidade do quadro da paralisia cerebral, a teoria e a prática interdisciplinar tornam-se fundamentais e necessárias para uma intervenção junto a estas crianças. Continuar explorando e aprofundando outros aspectos da interdisciplinaridade, com o objetivo final de proporcionar uma assistência mais adequada às crianças com PC e suas famílias, assim como os demais Distúrbios do Desenvolvimento deve ser prioridade no planejamento, conduta e formação de profissionais das áreas da saúde e da educação.
Abstract: The process of health and education of children with development disorders is extremely complex and interdependent. The interdisciplinary presents itself as an alternative to building a model that enables discussions that may lead to new proposals for action and intervention beyond the boundaries imposed by specialties, thereby setting the conceptual and methodological parameters that can assist in diagnosis and intervention. Cerebral Palsy is described as a non-progressive brain injury. Its main characteristic motor dysfunction, however, may in some cases, have cognitive delay, language or sensory. The aim of this study was to investigate the type of care received by children up to 08 years with a Cerebral Palsy and know the perception of an interdisciplinary approach in meeting these people from the reports of their mothers. The method is characterized by a clinical study - qualitative data collection was done through their group interview sessions with mothers lasted approximately ninety minutes. The results were obtained through content analysis. The interaction between the professionals who serve the child is perceived and translated by mothers as an attempt to form interdisciplinary teams, but with multidisciplinary practices, or are teams composed of professionals from different areas of health, but without integration and collaboration effective among the specialties. Due to the complexity of the context of cerebral palsy, interdisciplinary theory and practice become a fundamental and necessary to intervene with these children. Continue exploring and deepening other aspects of interdisciplinary, with the ultimate goal of providing a service more suited to children with Cerebral Palsy and their families, as well as other disorders should be a priority in development planning, conduct and training of professionals in the areas of health and education.
Palavras-chave: interdisciplinaridade;  paralisia cerebral;  percepção familiar;  interdisciplinary;  cerebral palsy;  family perception
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: SILVA, João Roberto de Souza. Interdisciplinaridade: a percepção das mães sobre os diferentes atendimentos recebidos por crianças com paralisia cerebral. 2011. 81 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1568
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13259
Data de defesa: 17-Nov-2011
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1568/1/Joao%20Roberto%20de%20Souza%20Silva.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.