Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13256
Tipo do documento: Dissertação
Título: Desenvolvimento de funções executivas em crianças sem domínio da linguagem escrita e relação com desatenção e hiperatividade
Título(s) alternativo(s): Development of executive functions in children without written language and relationship with inattention and hyperactivity
Autor: Pereira, Ana Paula Prust
Primeiro orientador: Capovilla, Alessandra Gotuzo Seabra
Primeiro membro da banca: Macedo, Elizeu Coutinho de
Segundo membro da banca: Joly, Maria Cristina Rodrigues Azevedo
Resumo: Funções executivas referem-se às habilidades necessárias para planejar, iniciar, realizar e monitorar comportamentos intencionais, relacionados a um objetivo ou a demandas ambientais, permitindo ao indivíduo direcionar comportamentos a metas. Incluem inibição, memória de trabalho, flexibilidade cognitiva, atenção seletiva, planejamento e organização. As funções executivas desenvolvem-se de modo bastante evidente durante a infância e alterações nessas funções estão relacionadas a diversos distúrbios que acometem crianças e adolescentes, tais como o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade TDAH. De forma a investigar tal relação, principalmente em crianças pequenas, este estudo analisou a relação entre funções executivas e o desenvolvimento de crianças de 4 a 6 anos, bem como a sua relação com sinais de desatenção e hiperatividade. Participaram 85 crianças de uma escola municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental da grande São Paulo. Para avaliar funções executivas foram usados Teste de Trilhas para pré-escolares (TTP), Teste de Atenção por Cancelamento (TAC) e Teste de Stroop Semântico. O Swanson, Nolan e Pelham Questionaire SNAP IV, versão brasileira, foi respondido por pais e professores para avaliar sinais de desatenção e hiperatividade. Análises de Mann-Whitney revelaram efeito de série para TTP (tempo de execução na parte B), TAC (acertos nas partes 1,2 e 3, e erros na parte 3) e Teste de Stroop Semântico (tempo de reação na parte B). Análises de Kruskal-Wallis revelaram efeito da idade para TTP (tempo de execução na parte B), TAC (acertos nas partes 1 e 3, e erros nas partes 1 e 2) e Teste de Stroop Semântico (tempos de reação nas partes A, B e na interferência). Houve ainda diversas correlações significativas entre desempenhos nos diferentes testes executivos, bem como entre tais desempenhos e o relato de pais e professores sobre sinais de desatenção e hiperatividade, principalmente entre as respostas dos professores e TTP, TAC e Stroop. Dessa forma, esse estudo corroborou presspostos teóricos sobre o desenvolvimento das funções executivas e suas relações com sinais de desatenção e hiperatividade, estendendo tais pressupostos para crianças em faixa etária bastante precoce.
Abstract: Executive functions refer to the skills needed to plan, initiate, implement and monitor intentional conduct related to an objective or environmental demands and allows to the subject guide behaviors to as objetive. Include inhibition, working memory, cognitive flexibility, selective attention, planning and organization. Executive functions develop during childhood and deficits are related to various disorders that affect children and adolescents, such as Attention Deficit Hyperactivity Disorder - ADHD. To investigate this relation, specially in early childhood, this study examined the relationship between executive functions and development of children 4 and 6 years and their relationship with signs of inattention and hyperactivity. It was assessed 85 children attended a public school for kindergarten and elementary school of São Paulo. To assess executive functions were used Trial Making Test (TMT), Cancellation Attention Test (CAT) and Semantic Stroop Test. The Swanson, Nolan e Pelham Questionaire SNAP IV, Brazilian version, was answered by parents and teachers to assess inattention and hyperactivity. Mann-Whitney tests revealed grade effect for TMT (execution time in part B), CAT (scores in parts 1, 2 and 3, and errors in part 3), and Semantic Stroop Test (reaction time in part B). Kruskal-Wallis analysis revealed age effect of TMT (execution time in Part B), CAT (scores in parts 1 and 3, and errors in parts 1 and 2) and Semantic Stroop Test (reaction time in parts A, B and interference). There were also several significant correlations between performances on different tests and between executive performance and parents and teachers reporting of inattention and hyperactivity signs, specially between teachers reports and TMT, CAT and Stroop. Thus, this study corroborated theory about the development of executive functions and their relations with signs of inattention and hyperactivity, extending these assumptions for children at very early age.
Palavras-chave: avaliação neuropsicológica;  desenvolvimento infantil;  funções executivas;  neuropsychological assessment;  executive functions;  child development
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA COGNITIVA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1565
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13256
Data de defesa: 25-Ago-2011
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1565/1/Ana%20Paula%20Prust%20Pereira.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.