Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13237
Tipo do documento: Dissertação
Título: Tradução e adaptação cultural para a língua portuguesa do Brasil do Inventário de Problemas de Comportamento 01 - The Behavior Problems Inventory (BPI-01)
Autor: Baraldi, Gisele da Silva
Primeiro orientador: Teixeira, Maria Cristina Triguero Veloz
Primeiro membro da banca: Capovilla, Alessandra Gotuzo Seabra
Segundo membro da banca: Primi, Ricardo
Resumo: Pessoas com distúrbios do desenvolvimento e deficiência intelectual freqüentemente apresentam problemas de comportamento em níveis variados de gravidade que prejudicam seu desenvolvimento, adaptação social e possibilidades de inclusão. Os procedimentos mais utilizados para identificar problemas de comportamento são a observação comportamental e os inventários comportamentais padronizados. No Brasil há uma escassez de instrumentos padronizados para avaliar problemas de comportamento em populações com desenvolvimento atípico. O objetivo do estudo é traduzir e realizar adaptação cultural do instrumento The Behavior Problems Inventory-BPI-01 para a língua portuguesa do Brasil. A amostra foi composta por 60 crianças e adolescentes na faixa etária de 6 a 16 anos de idade (30 com desenvolvimento típico e 30 com desenvolvimento atípico), seus respectivos cuidadores e três profissionais da área de distúrbios do desenvolvimento. Os instrumentos de coleta de dados foram os seguintes: a) Versão Brasileira do Inventário de Problemas Comportamentais/The Behavior Problems Inventory-BPI-01, b) Versão brasileira do Inventário dos comportamentos de crianças e adolescentes de 6 a 18 anos (CBCL/ 6-18), c) Escala de Inteligência Wechsler para crianças, d) Questionário de Avaliação de Autismo/ASQ. Os coeficientes de validade de conteúdo resultantes da avaliação dos itens, efetuada pelos juízes com base nos critérios de objetividade, clareza e precisão oscilaram entre 0,7 e 0,8 (70 a 80% de concordância). Indicadores de consistência interna entre os itens do BPI-01 mediante uso do coeficiente Alfa de Cronbach identificaram um coeficiente de 0,65 na escala de comportamentos auto-agressivos, 0,91 na escala de comportamentos estereotipados e 0,82 na escala de comportamentos agressivos/destrutivos. Para avaliar a relação entre sensibilidade e especificidade entre os valores de freqüência das escalas do BPI-01, foi utilizado o método das Curvas de Características de Operação do Receptor (Curva ROC - Receiver Operating Characteristic). Resultados preliminares desta análise identificaram valores de sensibilidade 0,76 e especificidade 0,06 para um escore de 0.5 ponto na escala de comportamentos auto-agressivos; 0,40 de sensibilidade e 0,03 de especificidade para um escore de 1,5 ponto na escala de comportamentos estereotipados e; 0,23 de sensibilidade e 0,03 de especificidade para escore igual a 3,5 pontos na escala de comportamentos agressivos/destrutivos. A análise de correlação mediante uso de coeficiente Spearman entre os escores do BPI-01 e os escores do inventário ASQ e CBCL/6-18 identificou coeficientes estatisticamente significativos de nível médio a moderado. Os resultados mostraram indicadores de validade convergente adequados entre as escalas do BPI-01 e os inventários CBCL/6-18 e o ASQ. Os valores dos coeficientes Alfa de Cronbach mostraram adequadas propriedades estatísticas de fidedignidade da versão brasileira do instrumento. Embora seja necessário ampliar o número amostral, os valores preliminares obtidos mediante uso de método ROC apontam para indicadores adequados de sensibilidade e especificidade nas escalas de auto-agressividade e estereotipia com pontos de corte entre o grupo típico e atípico de 0,5 e 1,5 respectivamente.
Abstract: People with development disorders and intellectual disability usually present behavioral problems in different levels of severity. This impairs their development, social adaptation and possibilities of inclusion. The most frequent procedures to identify behavioral problems are behavioral observation and standardized behavioral inventories. In Brazil standardized instruments to evaluate behavioral problems in patients with atypical development are scarce. The objective of this study was to translate into Brazilian Portuguese and make a cultural adaptation of The Behavior Problems Inventory (BPI-01). The sample was composed of 60 children and adolescents (30 of them with typical development and 30 with atypical development), age range 6-16 years old, their respective caretakers and 3 professionals of the development disorders field. The instruments for data collection were the following: a) Brazilian version of The Behavior Problems Inventory (BPI-01), b) Brazilian version of Child Behavior Checklist for ages 6-18 (CBCL/6-18), c) Wechsler Intelligence Scale for Children, d) Autism Screening Questionnaire (ASQ). The coefficients of content validity obtained through the assessment of the items by referees based in objectivity, plainness and accuracy criteria ranged from 0,7 and 0,8 (70 to 80% of agreement). Internal consistency indicators among items of BPI-01, obtained through Cronbach‟s alpha, reached a coefficient of 0,65 in the scale of self-injury behaviors, 0,91 in the scale of stereotyped behaviors and 0,82 in the scale of aggressive/destructive behaviors. To assess the relation between sensibility and specificity among frequency values of the BPI-01 scales it was used the Receiver Operating Characteristic (ROC Curve). Preliminary results of this analysis identified sensibility values at 0,76 and specificity at 0,06 for a 0,5 point score in the scale of self-injury behaviors; sensibility at 0,40 and specificity at 0,03 for a 1,5 point score in the scale of stereotyped behaviors; sensibility at 0,23 and specificity at 0,03 for a 3,5 points score in the scale of aggressive/destructive behavior. A Spearman analysis made with BPI-01 scores and the scores of ASQ and CBCL/6-18 reached statistically significant coefficients of moderate to high level. Results show indicators of proper convergent validity among the scales of BPI-01 and CBCL/6-18 and ASQ inventories. The Cronbach‟s alpha coefficients displayed adequate statistical reliability properties of the Brazilian version of the instrument. Although it is necessary to broaden the sample, these preliminary values obtained through the ROC method indicate adequate indexes of sensibility and specificity in the scales of self- njury and stereotypy with cut-points at 0,5 and 1,5 among the typical and atypical groups respectively.
Palavras-chave: problemas de comportamento;  deficiência intelectual;  adaptação cultural;  auto-agressividade;  estereotipia;  agressividade;  behavioral problems;  intellectual disability;  cultural adaptation;  self-injury;  stereotypy;  aggressiveness
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1546
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13237
Data de defesa: 17-Fev-2011
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1546/1/Gisele%20da%20Silva%20Baraldi.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.