Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13222
Tipo do documento: Tese
Título: Adaptação e desenvolvimento de instrumentos para avaliação de crianças e adolescentes com TDAH, análise de perfil neuropsicológico e relação com desempenho funcional
Autor: Trevisan, Bruna Tonietti
Primeiro orientador: Capovilla, Alessandra Gotuzo Seabra
Primeiro membro da banca: Carreiro, Luiz Renato Rodrigues
Segundo membro da banca: Macedo, Elizeu Coutinho de
Terceiro membro da banca: Reppold, Caroline Tozzi
Quarto membro da banca: Brietzke, Elisa
Resumo: O TDAH é um distúrbio que atinge de 3 a 5% de crianças em idade escolar. Apesar de evidências de comprometimento cognitivo em tal transtorno, seu diagnóstico ainda é predominantemente clínico. Importantes processos neuropsicológicos têm sido implicados no TDAH, incluindo déficits de funções executivas (FE), de regulação do estado e aversão à demora. No entanto, ainda não foi esclarecido se estes três fatores constituem vias independentes para explicação do TDAH ou, ainda, como se estabelece a relação entre tais fatores e o TDAH. Além da investigação de tais relações, se faz necessário verificar quais são as implicações funcionais da presença dos sintomas e dos déficits neuropsicológicos, visto que intervenções adequadas podem ser convenientemente conduzidas. Contudo, não há no Brasil estudos que buscaram desenvolver instrumentos válidos e precisos com o objetivo de avaliar regulação do estado e aversão à demora em crianças, bem como medidas mais ecológicas de FE. Os objetivos do presente projeto são traduzir, adaptar e desenvolver instrumentos para avaliação de crianças e adolescentes com TDAH; analisar o perfil neuropsicológico em termos de funções executivas, regulação e aversão à demora; bem como investigar a relação entre o transtorno, o perfil neuropsicológico, a sintomatologia, o desempenho acadêmico e o desempenho comportamental. Para tanto, o presente projeto foi desenvolvido por meio de três estudos: Estudo 1 Traduzir, adaptar e buscar evidências de validade e precisão do CHEXI, enquanto medida ecológica de FE; da Tarefa de Regulação, como medida de regulação do estado; e do Teste de Aversão à Demora (TAD), para avaliação de aversão à demora. Participaram 408 crianças, dos 4 aos 7 anos, estudantes do Ensino Infantil e primeiro ano do Ensino Fundamental de escolas municipais da Grande São Paulo, bem como seus professores e pais. Estudo 2 desenvolver uma nova tarefa de aversão à demora, outra de regulação do estado e um inventário que abrangesse diferentes facetas de FE (IFERI), para serem respondidas pelos pais e professores. Participaram um total de 332 crianças e adolescentes, entre 5 e 14 anos de idade, de ambos os sexos, estudantes do 1º ao 9º ano de uma escola pública e duas escolas particulares de São Paulo. Estudo 3 - verificar a heterogeneidade do TDAH, tanto em termos de desempenho neuropsicológico quanto em relação a desempenho acadêmico e comportamental, em 62 crianças e adolescentes (50% com diagnóstico de TDAH e 50% controles pareados em termos de idade, sexo e escolaridade), entre 7 e 14 anos de idade, de ambos os sexos, estudantes de escolas públicas e particulares. Resultados do estudo 1:Os índices de consistência interna da CHEXI foram excelentes (alfa de Cronbach de 0,94 respondidos pelo pai e 0,98 pelos professores; coeficiente de Spearman-Brown foi de 0,92 e 0,96 para pais e professores, respectivamente). A análise fatorial exploratória revelou dois fatores para a CHEXI (fator geral para FE e outro representando autorregulação e controle inibitório). Assim, a validade fatorial não foi a inicialmente almejada. Deste modo, realizou-se um Estudo 2: todas as três novas medidas alcançaram excelentes índices consistência interna e a análise fatorial exploratória da IFERI revelou as cinco dimensões desejadas (memória de trabalho, flexibilidade cognitiva, controle inibitório, aversão à demora e regulação do estado). Resultados do estudo 3: Análises U de Mann- Whitney revelaram diferenças entre os grupos clínico e controle na maior parte da medidas e Análises de Correlação de Spearman indicaram relação entre o desempenho neuropsicológico, funcional, sintomatológico e funcional, evidenciando a importância da caracterização do TDAH sob ponto de vista dimensional.
Abstract: The attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) affects about 3-5% of school-age children. In spite of many evidences of cognitive impairments in this disorder, the diagnosis is still predominantly clinical. Many relevant neuropsychological abilities have been implicated in ADHD, including deficits in executive functions (EF) of the regulatory state and delay aversion. However, it remains unclear if these three factors are independent pathways for explanation of ADHD, or even how to derive the relationships between such factors and ADHD. In addition to the investigation of the aforementioned subjects, it is necessary to explore the functional implications of symptoms and neuropsychological deficits in ADHD, to establish appropriate interventions for the disorder. Furthermore, in Brazil there are no studies that have sought to develop valid and accurate measures for evaluating state regulation and delay aversion in children, as well as ecological measures of EF. The objectives of this project are to translate, adapt and develop tools for evaluation of children and adolescents with ADHD; examine the neuropsychological performance in terms of different aspects of EF, regulation and delay aversion; and to investigate the relationship between symptoms, neuropsychological performance, and academic skills. Based on these relationships, three studies were conducted: Study 1 - Translate, adapt and seek evidence of validity and accuracy of Chexi while ecological measure of FE; Task of Regulation, as a measure of state regulation; and the Delay Aversion (TAD) test for assessment of aversion to delay. Participants 408 children, ages 4 to 7 years of Child Education students and first year of elementary school of public schools in São Paulo, as well as their teachers and parents. Study 2 - Develop a new task aversion to delay another state regulation and an inventory covering different facets of FE, to be answered by parents and teachers. Participated in a total of 332 children and adolescents between 5 and 14 years of age, of both sexes, students from 1st to 9th grade at a public school and two private schools in São Paulo. Study 3 - verify the heterogeneity of ADHD, both in terms of neuropsychological performance as compared to academic and behavioral performance in 62 children and adolescents (50% diagnosed with ADHD and 50% matched controls in terms of age, sex and education) between 7 and 14 years of age, of both sexes, students from public and private schools. Results: Study 1: Internal consistency of Chexi were excellent (Cronbach's alpha of 0.94 and 0.98 for the father answered by teachers; Spearman-Brown coefficient was 0.92 and 0.96 for parents and teachers , respectively). Exploratory factor analysis (EFA) revealed two factors for CHEXI (an EF general factor and a factor representing self-regulation and inhibitory control). Thus, the CHEXI factorial structure did not found the structured we desired. Thus, we performed a Study 2: All the three new developed measures achieved excellent internal consistency indices and EFA for IFERI yielded the five desired dimensions (working memory, cognitive flexibility, inhibitory control, delay aversion and state regulation). Study 3: Mann-Whitney Analyzes revealed differences between clinical and control groups in most of the measures and Spearman correlation analysis indicated the relationship between neuropsychological, functional, symptomatic and functional performance, highlighting the importance of the characterization of ADHD under dimensional point of view.
Palavras-chave: Síndrome do déficit de atenção (TDAH);  avaliação neuropsicológica;  desempenho funcional;  instrumentos de avaliação;  ADHD;  neuropsychological assessment;  functional performance;  assessment tools
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA COGNITIVA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: TREVISAN, Bruna Tonietti. Adaptação e desenvolvimento de instrumentos para avaliação de crianças e adolescentes com TDAH, análise de perfil neuropsicológico e relação com desempenho funcional. 2014. 154 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1781
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13222
Data de defesa: 12-Ago-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1781/1/Bruna%20Tonietti%20Trevisan.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Teses - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.