Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13220
Tipo do documento: Tese
Título: Estudo comportamental e eletrofisiológico de crianças e adultos com dislexia do desenvolvimento em uma tarefa de decisão lexical
Título(s) alternativo(s): Behavioral and electrophysiological study of children and adults with Developmental Dyslexia in a lexical decision task
Autor: Oliveira, Darlene Godoy de
Primeiro orientador: Macedo, Elizeu Coutinho de
Primeiro membro da banca: Rodrigues, Camila Cruz
Segundo membro da banca: Capovilla, Alessandra Gotuzo Seabra
Terceiro membro da banca: Carthery-goulart, Maria Teresa
Quarto membro da banca: Navas, Ana Luiza Gomes Pinto
Resumo: A Dislexia do Desenvolvimento tem como déficit principal o reconhecimento eficaz de palavras, sendo este um processamento cognitivo complexo. Dentre as evidências neurobiológicas do transtorno, disléxicos apresentam alterações nos potenciais relacionados a eventos durante o reconhecimento de palavras, com padrão diferenciado de latência, amplitude e processamento hemisférico nos estágios sensório/perceptual, ortográfico, fonológico e semântico. Estes indicam déficits no processamento eletrofisiológico e uso de mecanismos compensatórios de leitura. Esta tese objetivou mensurar e comparar o padrão comportamental e eletrofisiológico de adultos (Estudo 1) e crianças e adolescentes (Estudo 2) com e sem Dislexia do Desenvolvimento durante uma tarefa de decisão lexical. Participaram do Estudo 1 vinte universitários disléxicos e vinte e três adultos bons leitores. Participaram do Estudo 2 vinte crianças e adolescentes disléxicos e vinte controles bom leitores. Os participantes foram pareados por sexo, idade e nível de escolaridade e realizaram uma bateria de testes de inteligência, leitura, escrita e consciência fonológica. A tarefa de decisão lexical foi composta por palavras regulares de alta frequência no português brasileiro, quase-palavras derivadas de palavras reais e pseudopalavras não derivadas. Os resultados comportamentais da tarefa de decisão lexical nos estudos indicaram pior acurácia, maior omissão e lentidão no julgamento dos itens de todas as classes lexicais pelos disléxicos. Análises dos ERPs no Estudo 1 indicaram maior amplitude do P100 no hemisfério direito em ambos os grupos. Os potenciais N170, N400 e LPC foram reduzidos no hemisfério esquerdo dos disléxicos. O N400 e o LPC foram mais pronunciados nas palavras e quase-palavras, estímulos com representação no léxico fonológico e ortográfico. Correlações com os dados da amostra total; indicaram menores amplitudes N170 e LPC no hemisfério esquerdo associadas à alta acurácia nos testes comportamentais de leitura, escrita e consciência fonológica, enquanto que no GD, o N170 e o N400 foram mais pronunciados no hemisfério esquerdo dos sujeitos mais lentos nas tarefas. Análises do Estudo 2 indicaram P100 maior no hemisfério direito em todas as categorias lexicais nos dois grupos, e reduzido no GD. O N170 tendeu a ser mais pronunciado no hemisfério esquerdo e nas quase-palavras. O N400 foi maior nas palavras e quase-palavras, sendo reduzido no hemisfério esquerdo do GD. O LPC foi maior no hemisfério esquerdo para as pseudopalavras e foi reduzido no GD. Foram encontradas correlações negativas entre amplitudes do N170, N400 e LPC esquerdo nos disléxicos com o tempo de execução nas tarefas comportamentais. No GC, o P100 foi maior nos sujeitos mais lentos e houve associação positiva dasamplitudes do N400 esquerdo e acurácia na leitura. No geral, as análises dos ERPs nos experimentos indicam déficits de especialização hemisférica em disléxicos. Ausências de diferenças entre os grupos do Estudo 2 nos ERPs analisados podem estar relacionadas a fatores desenvolvimentais da leitura, embora tanto em crianças como em adultos disléxicos já haja associação positiva entre bom desempenho comportamental e maiores amplitudes nos ERPs linguísticos. Conclui-se que crianças e adultos disléxicos apresentam padrão diferenciado de amplitudes e distribuição hemisférica em distintos ERPs durante a leitura no Português Brasileiro.
Abstract: Developmental Dyslexia has a main deficit the effective word recognition, which is a complex cognitive processing due perceptual skills, language and later stages of syntactic and semantic integration. Among the wide range neurobiological evidence related this disorder in childhood and across life-span, event-related potential measures indicates differentiated pattern in amplitudes, latencies and hemispheric processing in different stages of sensory/perceptual, orthographic, phonologic and semantic processing. These electrophysiological evidences are related to behavioral deficits and to reading compensatory mechanisms in Dyslexia. The present thesis aimed to verify and compare the behavioral and electrophysiological pattern of adults (Study 1) and children and adolescents (Study 2) with and without Dyslexia during a Lexical Decision task. The sample of Study 1 comprised by 20 dyslexics and 23 normal readers with college degree. In Study 2, twenty dyslexic children and adolescents and twenty normal readers were included. All participants were matched for gender, age and educational level and performed a battery of intelligence, reading, writing and phonological awareness tasks. The lexical decision task was composed by regular high frequency words in Brazilian Portuguese, quasi-words derived from real words and pseudowords not derived from real words. Behavioral results in both studies revealed that dyslexics had worse accuracy and increased reaction times in all lexical categories. ERPs analysis of Study 1 indicated greater amplitudes in right P100 for both groups. The N170, N400 and LPC were reduces on the left hemisphere for dyslexics. N400 and LPC were higher for words and quasi-words, stimuli that are represented on orthographic and phonological lexicon. Correlations data in all sample verified reduced N170 and LPC left amplitudes associated with good performance in behavioral reading, writing and phonological awareness tests. GD with slow behavioral performance exhibited higher N170 and N400 on left hemisphere. Study 2 results indicated greater P100 on right hemisphere for all lexical categories in all sample, and reduced for DG. N170 were higher at left side and for quasi-words. N400 were higher for words and quasi-words, as well reduced in left hemisphere for DG. LPC were higher in left hemisphere for pseudowords and reduced in dyslexics. Correlational results revealed reduced left N170, N400 and LPC in dyslexics with slow behavioral performance. Controls with slow performance exibithed higher P100 amplitudes, as well higher left N400 if they had higher reading skills. Generally, ERP analysis indicated lacks of hemispheric specialization in dyslexics. The absence of ERP group differences on Study 2 can be related to developmental reading fluency processes, although we verified positive correlations between higher linguistic ERP amplitudes and better behavioral performances for both children and adults. We conclude that dyslexic children and adults present differenciated ERP amplitudes and hemispheric distribution during reading in Brazilian Portuguese.
Palavras-chave: dislexia do desenvolvimento;  leitura;  decisão lexical;  Potenciais Relacionados a Eventos;  developmental dyslexia;  reading;  lexical decision;  Event Related Potentials
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: OLIVEIRA, Darlene Godoy de. Behavioral and electrophysiological study of children and adults with Developmental Dyslexia in a lexical decision task. 2014. 192 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1779
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13220
Data de defesa: 31-Jul-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1779/1/Darlene%20Godoy%20de%20Oliveira.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Teses - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.