Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13215
Tipo do documento: Tese
Título: Verificação das propriedades psicométricas da bateria de visualização e raciocínio da Leiter-R em crianças dos 2 aos 8 anos e nos distúrbios do desenvolvimento
Título(s) alternativo(s): Study of the psychometric properties of visualization and reasoning battery of the Leiter-R in children between 2 and 8 years of age and in individuals with developmental disorders
Autor: Mecca, Tatiana Pontrelli
Primeiro orientador: Macedo, Elizeu Coutinho de
Primeiro membro da banca: Schwartzman, José Salomão
Segundo membro da banca: Capovilla, Alessandra Gotuzo Seabra
Terceiro membro da banca: Carvalho, Lucas de Francisco
Quarto membro da banca: Nascimento, Monalisa Muniz
Resumo: Uma das possibilidades de avaliar a inteligência de pessoas com distúrbios do desenvolvimento é por meio de testes não-verbais como Escala Internacional de Inteligência Leiter-R. Os objetivos do presente deste estudo foram verificar evidências de validade e fidedignidade da Leiter-R para crianças dos 2 aos 8 anos de idade, pertencentes a escolas públicas e privadas, bem como em indivíduos com Síndrome de Down (SD) e Transtornos do Espectro do Autismo (TEA). Foram avaliadas 695 crianças de escolas regulares da cidade de São Paulo. Os coeficientes de Kuder-Richardson e Método das Metades com correção de Spearman-Brown mostram-se adequados para a amostra geral. Mas a precisão variou entre os subtestes de acordo com cada faixa etária. Foram verificadas correlações, em geral, de magnitude moderada entre teste-reteste. Análise Fatorial exploratória indicou 2 fatores na Leiter-R, corroborando o modelo de estrutura interna do teste. Análises de variância foram conduzidas e revelaram diferenças estatisticamente significativas entre as idades, com aumento progressivo dos escores. Diferenças significativas também foram observadas entre crianças de escolas públicas e particulares. Entretanto, não foram verificadas diferenças de gênero para o escore total e para os subtestes. Foram realizadas Correlações de Pearson entre a Leiter-R e outros instrumentos que avaliam inteligência, bem como outros construtos. Os resultados indicaram correlações com testes que avaliam inteligência, sendo maiores valores observados com o teste SON-R 2½-7[a]. O desempenho na Leiter-R também se correlacionou com memória de trabalho, escrita em pré-escolares, e com nomeação rápida de objetos. Análise de Regressão Linear verificou a capacidade preditiva da Leiter-R em habilidades acadêmicas de leitura de palavras e aritmética. O segundo estudo verificou o perfil na Leiter-R de crianças com SD e com TEA. Participaram 30 crianças com SD e 40 com TEA pareados com grupo controle por sexo, idade (em meses) e tipo de escola. Os resultados apontaram para diferenças estatisticamente significativas entre SD e controle, indicando que a Leiter-R é capaz de discriminar grupos com diferentes níveis de funcionamento intelectual. Nos TEA diferenças foram observadas para o grupo controle em tarefas de raciocínio indutivo e sequencial, discriminação e síntese visual. Mas não foram observadas diferenças em tarefas com demandas visuo-espaciais. Análises intra-grupo mostraram perfis diferentes dos grupos clínicos em relação ao perfil dos controles, indicando possíveis áreas de forças e fraquezas. Nos TEA também foi verificada heterogeneidade de perfis a partir de análise de clusters e comparação entre eles. Observaram-se correlações entre a Leiter-R, funcionamento adaptativo e sintomas relatados pelos cuidadores. Por fim, análise de funcionamento diferencial do itemapontou DIF para alguns itens, em sua maioria a favor do grupo com SD. Desta forma, os resultados do presente estudo mostraram adequação das propriedades psicométricas da Leiter-R e da sua utilização em indivíduos com distúrbios do desenvolvimento.
Abstract: One of the possibilities to access intelligence of individuals with developmental disorders is to use nonverbal tests such as the International Scale of Intelligence Leiter-R. The first goal of the present study was to determine validity and reliability of the Leiter-R to students between 2 and 8 years of age from private and public schools, and people with Down Syndrome (DS) and Autism Spectrum Disorders (ASD). A full sample of 695 children from general education was evaluated. The Kuder-Richardson coeficient and Split-Half by Spearman-Brown showed to be adequate for the full sample. The precision in the subtests scores varied according to age group. In general, there was correlation of moderate magnitude between test-retest. Exploratory Factor Analysis indicated two factors on Leiter-R, which corroborates the internal structural model of the test. Analysis of variance revealed significant statistical differences between age groups, with progressive higher scores for older children. Significant differences were also noted between students from private and public schools. However, there was no significant difference between gender, either on the total score or the subtests. This study also conducted Pearson Correlations between Leiter-R and other intelligence assessment instruments, as well as tests that assess other constructs. The results suggested correlations with the intelligence measures, with higher correlations with the SON-R 2½-7[a]. The performance at Leiter-R was also correlated with working memory, writing of letters in pre-schoolers, and rapid naming of objects. Linear Regression analysis verified the predicting capabilities of the Leiter-R in academic abilities of reading words and arithmetic. The second part of this study used Leiter-R to determine the profile in two groups of children, one with DS and another with ASD. A total of 30 children with DS and 40 with ASD were paired by gender, age (in months), and type of school, with a control group. The results showed statistical significant differences between DS and controls, which indicates that Leiter-R is capable to discriminate the groups based on their intellectual functioning. In the ASD group there was significant difference to the control group in inductive and sequential reasoning task, discrimination and visual synthesis; however, there were no differences in tasks that involved visuo-spacial skills. Intra-group analysis showed different profiles between the two groups, indicating possible strengths and weaknesses. It was also found heterogeneity in the ASD group concerning their profiles, which based on a cluster analysis and comparison. Correlations between Leiter-R, adaptive functioning and symptoms disclosed by the caregivers were also found. Finally, a differential item functioning analysis indicated DIF to some items, mostly in favor to the DS group. Thus, the results of the present study showed adequate psychometric properties of the Leiter-R and promising use to assess individuals with developmental disorders.
Palavras-chave: inteligência;  avaliação, autismo, síndrome de Down;  intelligence;  assessment;  autism;  Down syndrome
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA COGNITIVA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: MECCA, Tatiana Pontrelli. Study of the psychometric properties of visualization and reasoning battery of the Leiter-R in children between 2 and 8 years of age and in individuals with developmental disorders. 2013. 209 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1774
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13215
Data de defesa: 10-Dez-2013
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1774/1/Tatiana%20Pontrelli%20Mecca.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Teses - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.