Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12977
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência do cloreto de zinco na polimerização de resinas furânicas para moldes de fundição
Autor: Vale, Marcus Antonio
Primeiro orientador: Miranda, Leila Figueiredo de
Primeiro membro da banca: Pereira, Nilson Casimiro
Segundo membro da banca: Silva, Leonardo Gondim de Andrade e
Terceiro membro da banca: Terence, Mauro César
Quarto membro da banca: Wiebeck, Hélio
Resumo: Poucos são os setores industriais de manufatura cujos produtos cobrem faixas tão amplas de tamanhos, peso e complexidade como o setor industrial de fundição. As menores peças fundidas podem ser tão pequenas quanto um grão de arroz e pesar uma fração de grama, enquanto as maiores podem atingir centenas de toneladas e ser tão grandes quanto uma casa. Existe uma gama considerável de processos de fundição, caracterizados principalmente pelo tipo de liga e seu processo de vazamento, pelo tipo de molde, e seu respectivo processo de fabricação. No caso específico dos moldes, têm-se moldes fabricados com areias aglomeradas por processos químicos, ou melhor, aglomerados com resinas sintéticas que podem ser de diferentes tipos e com composição química específica. As resinas desenvolvidas para o mercado automotivo deu origem a grandes mudanças na metodologia de fabricação dos moldes de fundição. A polimerização destas resinas e sua subsequente cura são usados para ligar à areia de fundição em uma rígida estrutura capaz de receber e manter metal líquido. Portanto, é de fundamental importância conhecer o processo de polimerização destas resinas e seu impacto nas propriedades finais dos moldes obtidos, principalmente nas características mecânicas. Com relação à mistura areia-resina (areia preparada), os fatores importantes são o intervalo de tempo de vida de banca (tempo de gelificação) que deve ser suficientemente longo para possibilitar a confecção do molde, e a velocidade de cura (vitrificação) que deve ser rápida suficiente para permitir a rápida rotatividade dos ferramentais de fundição e consequentemente uma maior produtividade. O intervalo de tempo de vida de banca é o tempo máximo (tempo de gelificação) que a mistura areia-resina pode ser manuseada antes de iniciar a reação de vitrificação da resina (reticulação das cadeias), o tempo de extração é o tempo necessário para o molde atingir uma dureza mínima adequada ao seu manuseio. Neste trabalho foi estudada a influência da adição de cloreto de zinco (em solução) na mistura areia-resina furânica, com o objetivo de reduzir a relação entre os intervalos de tempo de extração e tempo de vida de banca. Os resultados obtidos mostraram que percentuais de adição da ordem de 5,0% a 7,5% de cloreto de zinco reduzem esta relação entre 10% e 17%; o que significa que o modelo de fundição poderá ser extraído da massa de areia em um menor intervalo de tempo aumentando a produtividade de fabricação de moldes. Observou-se ainda que houve também um aumento da ordem de 9% a 18% nos intervalos de vida de banca.
Abstract: There are few manufacturing industries whose products covers such wide ranges in sizes, weight and complexity as the foundry industry. Smaller castings can be as small as a grain of rice and weight a fraction of gram, while the largest can reach hundreds of tons and be as big as a house. There is a wide range of metal casting processes, characterized mainly by the allow type and its pouring process and also by the mold type and its associated manufacturing process. In the particular case of molds, there are molds produced using sand bonded by chemical processes, or better, bonded by synthetic resin, which can be different in type and specific chemical composition. The resins developed for the automotive market has led to major changes in the manufacturing method of foundry molds. The polymerization of these resins and a subsequent curing are used to connect to the foundry sand in a rigid structure capable of receiving and holding liquid metal. Therefore, it is of fundamental importance to know the process of polymerization of these resins and their impact on the final properties of the obtained molds, especially in the mechanical characteristics. With respect to the sand-resin mixture (sand prepared), important factors are: the range of bench life time (gel time) which must be long enough to enable the manufacture of the mold, and cure speed should be fast enough to permit rapid rotation of the casting tooling and hence greater productivity. The bench life time interval is the maximum time (gel time) than the sand-resin mixture can be handled before starting the vitrification reaction of the resin (crosslinking chains), the extraction time is the time required for mold achieve an adequate minimum hardness to handling. The mixed sand life time is the maximum interval which the mixed sand can be handling before the polymerization of the resin used as bonding takes place. The hardening rate is the interval needed for the mold becomes hard enough to be handled. In this work was studied yhe influence of the addition of zinc chloride (in solution) in the sandfuran resin mixture, with the aim of reducing the relation between the extraction time intervals and time bench life. The results showed that addition of percentages of the order of 5.0% to 7.5% zinc chloride reduces this ratio between 10% and 17%; this means that the casting model may be extracted from the sand mass in a smaller time interval increasing the productivity of manufacturing molds. It was also observed that there was also an increase of about 9% to 18% in bench life intervals.
Palavras-chave: fundição;  resina furânica;  polimerização;  areia de moldagem;  produtividade;  foundry;  furan resin;  polymerization;  mixed sand;  productivity
Área(s) do CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE MATERIAIS E METALURGICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Engenharia de Materiais
Programa: Engenharia de Materiais
Citação: VALE, Marcus Antonio. Influência do cloreto de zinco na polimerização de resinas furânicas para moldes de fundição. 2015. 213 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1352
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12977
Data de defesa: 6-Fev-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1352/1/Marcus%20Antonio%20Vale.pdf
Aparece nas coleções:Engenharia de Materiais - Dissertações - EE Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.