Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12895
Tipo do documento: Dissertação
Título: A publicidade abusiva em face da hipossuficiência da criança
Autor: Fonteles, Brice Sampaio Teles
Primeiro orientador: Smanio, Gianpaolo Poggio
Primeiro membro da banca: Shimura, Sergio Seiji
Segundo membro da banca: Siqueira Neto, José Francisco
Resumo: A presente dissertação aborda a temática da publicidade dirigida ao público infantil, especialmente aquela veiculada através da mídia televisiva. Para tanto, ressaltam-se os problemas advindos do consumismo na infância e como estes estão diretamente ligados à publicidade dirigida às crianças. Esse tipo de publicidade é considerado abusivo pelo Código de Defesa do Consumidor porque se vale da deficiência de julgamento e experiência das crianças que são seres humanos em formação. Em virtude dessa peculiaridade, segundo a Constituição Federal de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente, a infância deve ser protegida de forma abrangente. O entrelaçamento dessas três normas aponta para um sistema de proteção integral que torna intrinsecamente ilegal toda a publicidade dirigida ao público infantil. Conclui-se ainda que essa restrição pode coexistir com o estado democrático de direito tendo em vista o desenvolvimento da cidadania em razão da proteção destinada à infância, seja através de diplomas legais, seja por meio de ações da sociedade como um todo.
Abstract: The present dissertation approaches publicity aimed at children, specifically the one which is shown on television media. It is here emphasized problems generated by childhood consumerism and how this consumeristic behavior is related to publicity aimed at children. Brazilian Consumer Protection Code considers the publicity aimed at children abusive because it takes advantage of the lack of experience and ability to judge attributed to children, who are still developing individuals, and for this reason have their rights broadly secured by the Brazilian Federal Constitution of 1988 and the Brazilian Child and Adolescent Statute. The encounter of these three set of laws establishes a complete protection system that makes publicity aimed at children intrinsically illegal. In conclusion, this restriction could coexist with the state of democratic rights, considering citizenship development based on infancy protection, which could be secured by laws or by the civil society as a whole.
Palavras-chave: publicidade;  criança;  hipossuficiência;  consumidor;  publicity;  children;  under sufficiency;  consumer
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Direito
Programa: Direito Político e Econômico
Citação: FONTELES, Brice Sampaio Teles. A publicidade abusiva em face da hipossuficiência da criança. 2009. 105 f. Dissertação (Mestrado em Direito) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1242
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12895
Data de defesa: 10-Fev-2009
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1242/1/Brice%20Sampaio%20Teles%20Fonteles.pdf
Aparece nas coleções:Direito Político e Econômico - Dissertações - Direito Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.