Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12813
Tipo do documento: Dissertação
Título: Tensões no liberalismo de Kelsen
Autor: Pires, Manoel da Nave
Primeiro orientador: Bercovici, Gilberto
Primeiro membro da banca: Mascaro, Alysson Leandro Barbate
Segundo membro da banca: Massonetto, Luís Fernando
Resumo: Dissertação de mestrado que visa problematizar o mainstream acadêmico que vincula o pensamento jurídico-político de Hans Kelsen ao liberalismo. Contesta as teses de que as teorias kelsenianas e a doutrina liberal convergem na defesa dos mesmos valores políticos, assim como àquelas que as associam considerando seus aspectos metodológicos da neutralidade, do formalismo e do legalismo. Como estratégia teórica, recupera alguns debates em que Kelsen foi tido como um liberal (Viena Vermelha, Weimar), além da crítica de Kelsen ao marxismo e vice-versa. Estabelece ainda um confronto direto entre Kelsen e Friedrich Hayek, elegendo o Rechtsstaat como elemento teórico comparativo, abordando temas correspondentes como liberdade, democracia, capitalismo, socialismo, propriedade e segurança jurídica. Ao final, ao invés de um Kelsen liberal e apolítico , aponta para uma doutrina kelseniana crítica de um jusnaturalismo liberal-individualista, que não parece estar assim tão preocupada em legitimar a ordem burguesa no poder.
Abstract: Dissertation which aims to question the academic mainstream linked to the legal and political thought of Hans Kelsen liberalism. Challenges the thesis that kelsenianas theories and liberal doctrine converge in defending the same political values as well as those that associate considering its methodological aspects of neutrality, of formalism and legalism. As a theoretical strategy, recovers some debates in which Kelsen was regarded as a liberal (Red Vienna, Weimar), as well as Kelsen s critique of Marxism and vice versa. It also establishes a direct confrontation between Kelsen and Friedrich Hayek, electing the Rechtsstaat as a comparative theoretical element, addressing relevant topics such as freedom, democracy, capitalism, socialism, property and legal security. In the end, instead of a Kelsen liberal and apolitical , points to a kelseniana critical doctrine of a liberal-individualistic natural law, which does not seem to be so concerned with legitimizing the bourgeois order in power.
Palavras-chave: kelsen;  hayek;  liberalismo;  kelsen;  hayek;  liberalism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Direito
Programa: Direito Político e Econômico
Citação: PIRES, Manoel da Nave. Tensões no liberalismo de Kelsen. 2015. 191 f. Dissertação (Mestrado em Direito) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1160
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12813
Data de defesa: 6-Ago-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1160/1/Manoel%20da%20Nave%20Pires.pdf
Aparece nas coleções:Direito Político e Econômico - Dissertações - Direito Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.