Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12756
Tipo do documento: Dissertação
Título: Cidadania, poder e direito em contradição: a teoria de John Holloway
Autor: Santos, Edvaldo Araujo dos
Primeiro orientador: Mascaro, Alysson Leandro Barbate
Primeiro membro da banca: Bercovici, Gilberto
Segundo membro da banca: Caldas, Camilo Onoda Luiz
Resumo: A presente pesquisa busca analisar a hipótese de transformação social, sem a tomada do Estado, trazida por John Holloway, os cracks. Tal estudo se faz necessário tendo em vista o desenvolvimento, tanto das lutas no corpo do Estado capitalista, quanto a partir da perspectiva do atual momento histórico do desenvolvimento da sociedade capitalista que, segundo a teoria da regulação, está em momento pós-fordista. Considere-se, ainda, as tentativas malsucedidas de transformação social radical do século XIX, a cooptação dos movimentos sociais e partidos políticos e que a prática não foi capaz de abalar as estruturas capitalistas e ver-se-á a necessidade de observar os limites e possibilidades da ação política. Holloway objetiva apresentar o potencial transformador das ações sociais e a impossibilidade de se aperfeiçoar a transformação social por meio do Estado. Aqui, então, buscaremos colocar suas teorias em crítica, principalmente quanto a teoria das formas sociais e extrair daí uma teoria crítica de ação social.
Abstract: This research aims to assay the possibility of social transformation without State seizure, brought by John Holloway, the cracks. Such study is necessary considering the development of both the struggle in the organism of the capitalist state and the perspective of the current historical moment in the development of capitalist society which, according to the regulation theory, is going through a postfordist moment. Besides, taking into account the unsuccessful attempts of radical social transformation of the XIX century, the cooptation of social movements and political parties and that the experience was not able to shake the capitalist structures, the need to observe the limits and possibilities of political action will be seen. Holloway aims at presenting the transformative potential of social actions and the impossibility of improving social transformation through the state. Here, then, we will try to criticize his theories, especially with regard to the social forms theory, and thereof extract a social action critical theory.
Palavras-chave: transformação social;  marxismo;  holloway;  capitalismo;  social transformation;  marxism;  holloway;  capitalism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Direito
Programa: Direito Político e Econômico
Citação: SANTOS, Edvaldo Araujo dos. Cidadania, poder e direito em contradição: a teoria de John Holloway. 2014. 133 f. Dissertação (Mestrado em Direito) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1102
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12756
Data de defesa: 4-Fev-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1102/1/Edvaldo%20Araujo%20dos%20Santos.pdf
Aparece nas coleções:Direito Político e Econômico - Dissertações - Direito Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.