Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12479
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação de performance em IPOs: uma análise comparativa entre Brasil e Estados Unidos
Autor: Souza, Wellington Lopes de
Primeiro orientador: Forte, Denis
Primeiro membro da banca: Nakamura, Wilson Toshiro
Segundo membro da banca: Kimura, Herbert
Resumo: O presente trabalho analisou e comparou, durante o período de 2006 a 2014, os desempenhos de curto e de longo prazos de ações de empresas brasileiras e americanas que abriram capital por meio de operações de Initial Public Offering (IPOs). Procurou-se identificar nestes dois países, cujos mercados encontram-se em diferentes estágios de amadurecimento, como se deu o fenômeno do underpricing, definido como sendo o retorno de curto prazo equivalente à valorização do preço da ação em seu primeiro dia de negociação; e se houve underperformance, ou seja, destruição de valor das ações no longo prazo em relação a seus respectivos benchmarks. A metodologia utilizada foi a de Wealth Relative Buy-and-Hold. A amostra analisada consistiu de 253 empresas, das quais 104 brasileiras e 149 americanas. Os resultados empíricos revelam que houve underpricing nos dois países, sendo que nos EUA foram superiores aos ocorridos no Brasil. Verificou-se que, em períodos de euforia do mercado (hot market), os níveis de underpricing aumentaram nos dois países. Já em momentos de crise, o efeito foi inverso e houve queda em ambos. No que se refere a underperformance, os comportamentos foram opostos entre os dois países. Enquanto que, no Brasil, os IPOs apresentaram destruição de valor no longo prazo em relação ao Ibovespa, nos Estados Unidos, as empresas que abriram seu capital superaram o desempenho do índice Standard & Poor´s 500. No caso do Brasil, os IPOs ocorridos na fase do boom do mercado de capitais, mais precisamente nos anos de 2006 e 2007, apresentaram retornos anormais negativos superiores ao da amostra integral, revelando uma relação inversa entre retornos anormais de longo prazo e underpricing. Excessão ocorreu quando se analisou o período pós-crise do subprime, quando as ações brasileiras também superaram o seu benchmark.
Abstract: The following work analyzed and compared, during the period between 2006 and 2014, the short and long term performance of Brazilian and American companies’ stocks that opened their capital through an Initial Public Offering (IPO). The objective was to identify in these two countries, whose markets find themselves in different stages of development, how the underpricing occurred and if the stocks showed evidences of underperformance. Underpricing is defined as the short-term return equivalent to an increase in a stock’s price in its first day of trading and underperformance is a loss of value in the long term when compared to the appropriate benchmark. The methodology used was the Wealth Relative Buy-and-Hold. The analyzed sample consisted of 104 Brazilian companies and 149 American companies, totaling 253 companies. The empirical results show that underpricing existed in both countries, but it occurred with more intensity in the USA than in Brazil. Results also show that during periods of intense market activity (hot market), the level of underpricing increased in both countries. However, in times of crisis, the effect was reversed and a decrease in the level of underpricing happened in both countries. On the topic of underperformance, the countries displayed opposite behaviors. In Brazil, the IPOs showed a decrease in long-term value when compared to the Ibovespa index. However, companies that opened their capitals in the USA over performed when compared to the Standard & Poor’s 500 index. In Brazil’s case, a subsample of the IPOs that occurred during the boom of the capital markets, specifically in 2006 and 2007, showed negative abnormal returns superior to the complete sample, showing an inverse relationship between abnormal long-term returns and underpricing. An anomalous behavior occurred in the analysis of the period immediately following the Subprime crisis, during which Brazilian stocks also over performed when compared to their benchmark.
Palavras-chave: IPO;  retornos anormais
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)
Programa: Administração de Empresas
Citação: Souza, Wellington Lopes de. Avaliação de performance em IPOs: uma análise comparativa entre Brasil e Estados Unidos. 2016. [80 f.]. Dissertação (Administração de Empresas) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, [São Paulo] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2795
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12479
Data de defesa: 5-Fev-2016
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2795/5/Wellington%20Lopes%20de%20Souza.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.