Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12466
Tipo do documento: Dissertação
Título: Reconhecimento e construção da competência da pessoa com deficiência: uma análise crítica das experiências de desenvolvimento em uma indústria farmacêutica
Autor: Beltrão, Danielle Cristine
Primeiro orientador: Brunstein, Janette
Primeiro membro da banca: Saeta, Beatriz Regina Pereira
Segundo membro da banca: Lacombe, Beatriz Maria Braga
Resumo: Após uma longa história de exclusão, as pessoas com deficiência vêm reivindicando seu espaço, buscando exercer sua cidadania plena para a vida em sociedade, e a inclusão no mercado de trabalho faz parte deste processo. Neste sentido, o problema desta pesquisa procurou identificar quais experiências são significativas para a construção de competências e reconhecimento profissional da pessoa com deficiência já inserida no contexto organizacional e quem são os principais atores que contribuem para este processo. Trata-se de um estudo de caso, realizado em uma multinacional farmacêutica. Foram entrevistados dezessete sujeitos que participam do processo de inclusão de pessoas com eficiência nesta organização. A estratégia de coleta de dados fez uso das três principais fontes de investigação: i) observação participante; ii) entrevistas semi-estruturadas em profundidade e; iii) análise documental. A discussão teórica foi amparada pelo referencial de competências na ótica de autores como Le Boterf, Zarifian, Sandberg e Cheetham e Chivers. Os conceitos relativos à deficiência e inclusão foram apresentados a partir da visão de Aranha, Amaral, Freitas, Gil, Omote, Saeta, entre outros. A análise e interpretação das informações coletadas foram realizadas por meio do processo de análise geral de dados qualitativos proposto por Flores. Os resultados revelam que, embora o processo de construção e desenvolvimento de competências aconteça por meio de experiências formais, informais e mesmo de autodesenvolvimento específicas para a PcD, elas atendem somente a um público de pessoas com deficiência que ocupa cargos de baixo nível hierárquico. Tais iniciativas nem sempre consideraram o potencial desses profissionais, o que, por consequência, pouco promoveu o pleno desenvolvimento e reconhecimento da competência. A inclusão na empresa depende também de atores externos à organização e muitas vezes tais agentes não estão preparados para atender às especificidades das PcDs e às necessidades das empresa. Embora a articulação entre empresa e agentes externos ocorra, não há um diálogo e uma parceria efetiva que permita fazer avançar o processo de inclusão e de desenvolvimento profissional da PcD. O estudo procurou apresentar ainda elementos que permitam a reflexão sobre a condução de programas organizacionais de desenvolvimento de competências da pessoa com deficiência.
Abstract: After a long history of exclusion, disabled people have been claiming their space by seeking full citizenship for living in society. Inclusion in market place is part of this process. Thus, the research problem in this study tried to identify which experiences are important to the competence construction and professional recognition of disabled people who are already embraced in organizational context and who are the main actors that contribute to this process. This paper is a case study, carried out on a pharmaceutical industry. Seventeen participants of the inclusion process in this organization were interviewed. Data collection strategy made use of three main investigation sources: i) participant observation; ii) semistructured interview and; iii) documentation analysis. The theoretical discussion was supported by the competence containing presented by authors such as Le Boterf, Zarifian,Sandberg and Cheetham; Chivers. The concepts related to disability and inclusion were based on Aranha, Amaral, Freitas, Gil, Omote, Saeta and other authors point of view. Analysis and interpretation of collected information was done by using the general qualitative data analysis method proposed by Flores. Results disclose that, although the construction and competence development process occurs by formal, informal and self-development experiences specificly designed for disabled people, those actions consider only part of this public who occupy lower hierarchical positions. Such initiatives not always consider the potential of these professionals, in pursuance of that, many of them have not promoted fully competence development and recognition. Inclusion inside the company also depends on actors who work outside the organization. What normally happens is that such actors are not prepared to fulfill neither disabled people specificities nor companies needs. Even so the articulation between company and external actors occurs, there s no dialog and effective partnership which allows putting forward the professional inclusion and development process of disabled people. Moreover, this study has presented the elements that make possible the reflection about how organizational programs which aims to develop the competences of disabled people are carried out.
Palavras-chave: pessoa com deficiência;  inclusão;  aprendizagem;  competências;  disabled people;  inclusion;  learning;  competences
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/756
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12466
Data de defesa: 18-Fev-2010
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/756/1/Danielle%20Cristine%20Beltrao.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.