Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12460
Tipo do documento: Dissertação
Título: A influência das competências organizacionais e do ambiente na formação dos grupos estratégicos no setor farmacêutico brasileiro, segmento de saúde humana
Autor: Ferreira, Iara Maria Perlis
Primeiro orientador: Bataglia, Walter
Primeiro membro da banca: Zilber, Moisés Ari
Segundo membro da banca: Rossetto, Carlos Ricardo
Resumo: literatura em estratégia tem expressado o debate entre as abordagens estruturalista e da visão baseada em recursos (VBR) quanto aos fatores determinantes da escolha estratégica das firmas. A primeira defende que as características do ambiente competitivo delineiam o posicionamento estratégico, enquanto a segunda acredita que as competências organizacionais são os fatores definidores. Henderson e Mitchell (1997) argumentam que ambos os fatores seriam influentes na formação das estratégias e que possivelmente haveria uma influência recíproca entre ambiente, competência e estratégia, configurando-os como variáveis endógenas. Considerando esta argumentação, esta pesquisa com o emprego da modelagem de equações estruturais, construiu um modelo com o objetivo de medir as relações existentes entre esses fatores no setor farmacêutico brasileiro, segmento saúde humana. A intensidade destas relações foi medida a partir da percepção dos gestores do setor, via dados coletados a partir do envio de questionários a uma população mapeada de 193 empresas. Buscando evitar vieses de percepção introduzidos pelas áreas funcionais, a pesquisa foi realizada com o principal executivo da organização ou seus subordinados diretos. Das organizações convidadas a participar, 55 empresas aceitaram o convite. Os resultados confirmaram empiricamente que ambiente e as competências organizacionais influenciam o posicionamento estratégico das empresas do setor e que há também uma relação de influência entre ambiente e competências. Foi revelado ainda o caráter mediador das competências na relação entre ambiente e posicionamento estratégico. Ou seja, as características do ambiente que influenciam a adoção de um determinado posicionamento estratégico pela firma, são percebidas de acordo com a posição da firma nas competências consideradas relevantes pelos seus administradores para o alcance de vantagem competitiva no setor.
Abstract: The strategy literature has been expressed the debate between the structuralist and resource-based view approaches considering which factors determine the strategic option of the firms. The first asserts that the competitive environment‟s characteristics shape the strategic positioning of a firm; meanwhile the second one believes that organizational competences are the defining factors. In the Henderson and Mitchell‟s (1997) opinion, both factors are influent in strategy shaping, and possibly there would be a reciprocal influence among environment, competences and strategy, characterizing then as endogenous variables. Taking this argumentation into account, this research, employing the structural equations modeling, built a model with the objective of measuring the existing relationships among these factors in the Brazilian pharmaceutical sector, human health segment. The intensity of these relationships has been measured considering the perception of the main executives of companies in the sector, with data collected through questionnaires sent to a mapped population of 193 companies. Trying to avoid perception biases induced by functional areas, the research was done with the main executive in the organization or with his/her direct team. Among the organizations invited to participate, 55 companies has accepted the invitation. Results empirically confirmed that organizational environment and competences influence strategic positioning of companies in this sector, and that there is an influence relationship between environment and competences. Additionally, was revealed the mediator character of competences in the environment and strategic positioning relationship. That is, environmental features which influence adoption of a determined strategic positioning by a firm are perceived according to a company´s position with regards to competences considered relevant for achieving competitive advantage in the sector.
Palavras-chave: grupos estratégicos;  ambiente organizacional;  competências organizacionais;  setor farmacêutico;  strategic groups;  organizational environment;  organizational competences;  pharmaceutical sector
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/748
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12460
Data de defesa: 22-Mar-2010
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/748/1/Iara%20Maria%20Perlis%20Ferreira.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.