Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12431
Tipo do documento: Dissertação
Título: A aprendizagem interorganizacional via parcerias estratégicas colaborativas na indústria de biotecnologia brasileira, segmento de saúde humana
Autor: Estrella, Antonio Décio Passos
Primeiro orientador: Bataglia, Walter
Primeiro membro da banca: Meirelles, Dimária Silva e
Segundo membro da banca: Hoffmann, Valmir Emil
Resumo: Esta pesquisa tem o objetivo de fazer um estudo exploratório e explicativo da evolução da colaboração interorganizacional na indústria de biotecnologia no Brasil entre os anos de 2004 e 2008. A população escolhida foi o conjunto de firmas dedicadas de biotecnologia brasileiras, segmento de saúde humana. Para o mapeamento da população foram utilizadas informações da Fundação Biominas, da Fundação Biorio, da ABRABI Associação Brasileira de Empresas de Biotecnologia, das Fundações de Amparo a Pesquisa dos respectivos Estados brasileiros, universidades, incubadoras e APLs arranjos produtivos locais. O procedimento metodológico de coleta dos dados foi o questionário e entrevistas com o primeiro nível hierárquico das empresas pesquisadas, complementadas por dados secundários de fontes como boletins eletrônicos de revistas especializadas, sítios internet relacionados ao setor, artigos acadêmicos, seminários, simpósios, relatórios de firmas consultorias especializadas, publicações em jornais e revistas. O procedimento para análise de dados foi do tipo quantitativo e foi dividido em duas fases. Na primeira fase, foi desenvolvida análise gráfica da evolução da rede de colaboração interorganizacional e foram calculados os parâmetros caracterizadores da rede utilizando-se o software livre Pajek. Na segunda fase foi realizado tratamento estatístico dos dados por meio da técnica de regressão em painel. Os resultados apontam que: 1) a experiência cumulativa em fazer e gerenciar parcerias de colaboração ao longo do tempo cria um círculo virtuoso, uma retroalimentação positiva de aprendizagem interorganizacional; 2) as empresas com mais parcerias de colaboração se posicionam mais centralmente na rede de relacionamentos; e 3) as empresas mais centralizadas na rede de colaboração interorganizacional apresentam um maior crescimento econômico.
Abstract: This research has the purpose to make an exploratory and explicative study of the interorganizational collaboration in the Brazilian biotechnology industry from 2004 to 2008. The population chosen was a set of Brazilian dedicated biotechnology firms, in the human health segment. In order to map this population, it was used information from: Biominas Foundation, Biorio Foundation, ABRABI ssociação Brasileira de Empresas de Biotecnologia, FAPs - Foundations for Research Promotion from Brazilian respective States, universities, incubators and Regional clusters. The methodology for field data collection was survey and interviews with the executives of the first level hierarchy of researched firms, complemented by secondary data from sources such as internet newsletter from specialized magazines, biotechnology industry web sites, academic papers, seminars, symposiums, professional services consulting firms reports, newspaper and magazines publications. The procedure for data analysis was quantitative and it was made in two steps. In the first step, it was developed graphical analysis of the interorganizational network of collaboration and it was calculated the parameters that characterize the network. In the second step, it was made the statistical data analysis by using panel regression model. The results point that: 1) the cumulative experience to establish and manage partnerships of collaboration over time creates a virtuous cycle, a positive feedback of interorganizational learning; 2) the firms with more partnerships of collaboration positioned themselves more centrally connected in the network of relationships; and 3) the firms positioned more centralized in the network of interorganizational relationships present a greater economic growth.
Palavras-chave: parceria estratégica colaborativa;  aprendizagem interorganizacional;  redes interorganizacionais;  ambiente organizacional dinâmico;  biotecnologia;  collaborative strategic partnership;  interorganizational learning;  interorganizational networks;  dynamic interorganizational environment;  biotechnology
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Citação: ESTRELLA, Antonio Décio Passos. A aprendizagem interorganizacional via parcerias estratégicas colaborativas na indústria de biotecnologia brasileira, segmento de saúde humana. 2009. 109 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/719
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12431
Data de defesa: 17-Fev-2009
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/719/1/Antonio%20Decio%20Passos%20Estrella.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.