Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12424
Tipo do documento: Dissertação
Título: A estrutura de capital, os dividendos e os juros sobre o capital próprio: evidências empíricas no caso brasileiro de 1995 a 2004
Autor: Futema, Mariano Seikitsi
Primeiro orientador: Basso, Leonardo Fernando Cruz
Primeiro membro da banca: Kayo, Eduardo Kazuo
Segundo membro da banca: Douat, João Carlos
Resumo: A estrutura de capital e os dividendos são dois dos temas mais estudados em finanças corporativas. Porém, a análise conjunta desses dois temas foi realizada de forma pioneira apenas em 2002 por Fama e French que testaram as revisões das teorias de tradeoff estática e pecking order para aquelas variáveis, simultaneamente, num trabalho que cobre o período de 1965 a 1999. A análise conjunta significa reconhecer que o dividendo afeta a estrutura de capital e vice-versa, o que gera um problema de endogeneidade. Para Cochrane (2005) um dos problemas estatísticos mais recorrentes na maioria dos trabalhos em finanças é a não correção da correlação dos resíduos existentes na maioria das regressões lineares cross section ou de dados em painel. A metodologia proposta por Fama e MacBeth (1973) é uma das alternativas para corrigir esse problema estatístico e foi utilizada por Fama e French (2002). No Brasil, desde 1996, além dos dividendos, a legislação permite que se remunere os acionistas com os juros sobre o capital próprio. Esses juros têm as vantagens de serem dedutíveis do imposto de renda da empresa, não serem obrigatórios como os dividendos, além de ter tributação na fonte menor que a maioria dos demais rendimentos dos investidores. O objetivo desta dissertação é realizar uma análise conjunta da estrutura de capital, dividendos e juros sobre o capital próprio das empresas brasileiras para o período de 1995 a 2004, comparando os seus resultados com as previsões estabelecidas pelas teorias de tradeoff estática e pecking order, seguindo o modelo proposto por Fama e French (2002). Para testar as evidências empíricas são formuladas quatro hipóteses tendo como variáveis dependentes os dividendos, os juros sobre o capital próprio e a alavancagem. Em linhas gerais, os resultados confirmam boa parte das previsões das teorias, embora a distribuição de lucros no Brasil ainda seja muito baixa, comparada com a americana. A lucratividade demonstrou ser a variável explicativa de maior peso e influência tanto para a distribuição de lucros como para a alavancagem.
Abstract: Capital structure and dividend are among the most studied subjects of financial literature. However, only in 2002 the jointly analysis of these two subjects was done pioneerly by Fama and French who tested predictions of tradeoff and pecking order theories for those variables simultaneously in a work that studied American companies from 1965 to 1999. Jointly analysis means to recognize that capital structure is influenced by dividend and vice-versa and the consequence is an endogeneity problem. According to Cochrane (2005), one of the most common statistical problems existing in large numbers of empirical works is not to correct residual correlation in cross section or panel data regressions. Fama and MacBeth (1973) methodology is one way to correct this statistical problem and was used by Fama and French (2002). In Brazil, since 1996, besides dividend it has been allowed, by new law, to pay to shareholders interest on owner s equity. This interest on owner s equity reduce firm income tax and has the advantage of not to be mandatory, like dividend is in Brazil. In addition to those advantages, the income tax bracket on interest on owner s equity is lower than the most of the investor incomes. The main objective this research is to do a jointly analysis of dividend, interest on owner s equity and capital structure for Brazilian firms from 1995 to 2004. The results of this research are compared to predictions of tradeoff and pecking order theories, according to the model proposed by Fama and French (2002). To test empirical evidences four hypothesis with dividend, interest on owner s equity and leverage as dependent variables are considered. Generally speaking, results confirmed the major part of the theories predictions. However, Brazilian firm income payout was too low when compared to American firm. Profitability was the most important and influential explanatory variable either for income payout as to leverage.
Palavras-chave: estrutura de capital;  dividendos;  juros;  capital structure;  dividends
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Citação: FUTEMA, Mariano Seikitsi. A estrutura de capital, os dividendos e os juros sobre o capital próprio: evidências empíricas no caso brasileiro de 1995 a 2004. 2006. 119 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/712
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12424
Data de defesa: 22-Nov-2006
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/712/1/Mariano%20Seikitsi%20Futema.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.