Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12363
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fatores organizacionais que influenciam a aprendizagem a partir dos erros e sua relação com os comportamentos inovadores no trabalho em uma empresa do segmento farmacêutico
Autor: Barbarini, Antonio César
Primeiro orientador: Bido, Diógenes de Souza
Primeiro membro da banca: Domenico, Silvia Marcia Russi de
Segundo membro da banca: Costa, Luciano Venelli
Resumo: Os desafios do ambiente de negócios nos anos 2010 se tornam cada vez mais complexos, com mudanças em ritmo acelerado e pressões de ordem econômica, regulatória, da concorrência, dos clientes etc. Nesse contexto, as organizações precisam ser mais ágeis, para mudar e aprender rapidamente, diante das novas demandas. Nas décadas de 1980 e 1990, a qualidade dos produtos e serviços servia para diferenciar as empresas no mercado, o que fez com que as organizações buscassem modelos e sistemas para assegurar conformidade com os altos padrões de qualidade exigidos nos diferentes mercados. Além disso, as empresas aumentaram seus padrões de eficácia operacional, produtividade e confiabilidade, mas também acabaram tornando-se mais parecidas e pouco diferenciadas entre si. As organizações agora se deparam com o desafio de adotar sistemas, normas e padrões mais flexíveis, que facilitem a adaptação ao atual contexto extremamente dinâmico. Nesse cenário, a inovação pode ajudar as organizações a se tornarem mais competitivas, desde que possam aprender continuamente, aproveitando especialmente as situações de aprendizagem informal no trabalho, que representam mais de 80% do total das oportunidades de aprendizagem. Considerando os níveis atuais de complexidade, dinamismo e incertezas presentes no ambiente de trabalho, os erros ou falhas acabam sendo subprodutos dos processos organizacionais e não são necessariamente ruins; é importante que as organizações possam aprender rapidamente a partir dos erros, por meio das pessoas. Alguns fatores no âmbito da organização podem influenciar a criação de um ambiente onde as pessoas possam aprender com os erros, experimentar e aplicar ideias, adotando comportamentos inovadores no trabalho. Este estudo de natureza quantitativa busca examinar as relações entre os fatores que influenciam a aprendizagem a partir dos erros e os comportamentos inovadores no trabalho em uma organização multinacional do segmento farmacêutico. A pesquisa com funcionários de diferentes áreas obteve 146 respostas válidas e os dados foram analisados utilizando-se a análise fatorial confirmatória com o software SmartPLS 2.0 M3. A hipótese de que os Fatores que Influenciam a Aprendizagem a Partir dos Erros têm relação positiva com os Comportamentos Inovadores no Trabalho foi confirmada. O coeficiente estrutural obtido entre as dimensões foi de 0,618 (p<0,001), sendo que o construto Fatores que Influenciam a Aprendizagem a Partir dos Erros explica 38% da variação dos índices do construto Comportamentos Inovadores no Trabalho. A capacidade das empresas aprenderem rapidamente a partir dos erros e experimentos, aproveitando o potencial do capital humano existente, especialmente através de comportamentos inovadores no trabalho, pode ser um aspecto crítico para diferenciação no mercado e para a obtenção de vantagem competitiva. Este estudo visa contribuir para a ampliação dos conhecimentos sobre o tema, destacando a importância da gestão adequada dos fatores que influenciam a aprendizagem a partir dos erros no ambiente de trabalho. Adicionalmente, contribui para a validação e adaptação das escalas originais dos construtos estudados para o contexto brasileiro.
Abstract: The challenges of the business environment in the 2010s are becoming increasingly complex, with fast-paced changes and different kinds of pressure from competition, customers, regulatory agencies, unions, the economy, etc. In this context, organizations need to be more responsive to change and learn quickly in the face of new demands. In the 80s and 90s, the quality of products and services was the rule to differentiate between companies on the market, which made organizations seek models and systems to ensure compliance with the highest standards of quality required in different markets. In addition, companies increased their standards of operational efficiency, productivity and reliability, but also ended up becoming more similar and only slightly differentiated among themselves. Organizations now face the challenge of adopting more flexible systems, standards and structures in order to facilitate adaptation to the current context, which is extremely dynamic. In this scenario, innovation can help organizations become more competitive, as long as they can continually learn, by taking advantage of the informal learning in the workplace, which represents more than 80% of the total number of learning opportunities. Considering the current levels of complexity, dynamism and uncertainty present in the work environment, errors or failures are by-products of organizational processes and are not necessarily bad; it is important that organizations can quickly learn from the mistakes, through people. Some factors may influence the creation of an environment where people can learn from mistakes, experiment and apply ideas, by adopting innovative work behaviors. This quantitative study seeks to examine the relationship between the factors that influence learning from errors and the innovative work behaviors in a multinational organization in the pharmaceutical segment. The research with employees from different areas received 146 valid responses which were analyzed using confirmatory factor analysis with the SmartPLS 2.0 M3 software. The hypothesis that the Factors that Influence the Learning from Mistakes have positive relationship with the Innovative Work Behaviors was confirmed. The structural coefficient obtained between the two dimensions was 0.618 (p< 0.001), which means that the construct Factors that Influence the Learning from Mistakes explains 38% of the variation in the indices of the Innovative Work Behaviors construct. The companies ability to quickly learn from mistakes and experiments, taking advantage of the human capital potential, particularly through innovative work behaviors, can be a critical aspect of differentiation in the marketplace and a way for companies to obtain competitive advantage. This study aims to contribute to the expansion of knowledge on the subject, highlighting the importance of the proper management of the factors that may influence the learning from mistakes in the work environment. In addition, this study contributes with the validation and adaptation of the original scales of constructs studied to the Brazilian context.
Palavras-chave: aprendizagem a partir de erros/falhas;  comportamentos inovadores no trabalho;  aprendizagem organizacional;  inovação;  indústria farmacêutica;  learning from errors/failures;  innovative work behaviors;  organizational learning;  innovation;  pharmaceutical industry
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Citação: BARBARINI, Antonio César. Fatores organizacionais que influenciam a aprendizagem a partir dos erros e sua relação com os comportamentos inovadores no trabalho em uma empresa do segmento farmacêutico. 2015. 119 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/649
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12363
Data de defesa: 4-Mar-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/649/1/Antonio%20Cesar%20Barbariniprot.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.