Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12343
Tipo do documento: Dissertação
Título: Reflexão crítica e competências: um estudo com gestores do sistema financeiro
Autor: Souza, Ricardo Alves de
Primeiro orientador: Brunstein, Janette
Primeiro membro da banca: Godoy, Arilda Schmidt
Segundo membro da banca: Ipiranga, Ana Sílvia Rocha
Resumo: Trata - se de uma pesquisa qualitativa que se apoia numa postura epistemológica interpretativa , visa ndo compreender o significado que assume a reflexão crítica no ambiente de trabalho e sua relação com a competência dos gestores na sua conduta profissional. Mais especificamente, a intenção foi: (a) identificar a partir das narrativas dos gestores de uma organização, eventos ou situações que envolvam dilemas desorientadores do cotidiano no trabalho que revelam momento s de reflexão crítica; (b) descrever e analisar as ações desencadeadas pelos gestores a partir da reflexão revelada; (c) discutir até que ponto estas ações se reverteram em competências, capazes de negociar prioridades concorrentes entre os desejos individ uais e a transformação do contexto em que estão inseridos. O referencial teórico articula a literatura sobre reflexão crítica de Antonacopoulou (2010), Woerkom (2004), Mezirow (1990) e Brookfield (1995) com a teoria de competências, para compreender como a reflexão crítica se materializa em ações competentes. Para tanto, foram conduzidas 10 entrevistas em profundidade com gestores do sistema financeiro nacional. As informações coletadas foram analisadas pela estratégia de análise categorial de dados qualita tivos proposta por Lankshear e Knobel (2008). Conclui u - se que , a reflexão crítica não está tendo o alcance impulsionador de mudanças significativas capazes de mobilizarem novas competências e gerarem em algum nível transforma ções contextuais , tal como a li teratura mais crítica na área sugere . Tais reflexões, quando existem, estão mais a serviço do desempenho para manutenção da empregabilidade, não assumindo, de fato, um caráter, transforma do r do contexto em que os gestores estão inseridos . Todavia, os dilem as e eventos identificados no relato de alguma forma se remeteram a situações que envolviam, na maioria das vezes, questões de poder e de conduta ética, o que indica que são pontos de atenção fundamentais no debate sobre reflexão crítica e competências nas organizações . Estes resultados trazem elementos para a discussão sobre o sentido e o lugar da reflexão crítica no univers o das organizações empresariais .
Abstract: This is a qualitative research is based on an interpretive epistemological stance which seeks to understand the meaning that takes critical reflection in the workplace and its relationship to the competence of managers in their professional conduct. Mo re specifically, the intent was to (a) identify the narratives of managers of an organization, events or situations involving disorienting dilemmas of everyday life at work that reveal mo ments of critical reflection; (b ) describe and analyze the actions tr iggered by managers from the reflection revealed; (c ) discuss to what extent these actions are reversed in competence s, able to negotiate competing priorities between individual desires and the transformation of the context in which they are inserted. The theoretical framework articulates the literature on critical reflection of Antonacopoulou (2010), Woerkom (2004), Mezirow (1990) and Brookfield (1995) with the theory of competence, to understand how critical reflection is embodied in relevant actions. To this end, 10 in - depth interviews were conducted with managers of the national financial system. The data were analyzed by categorical analysis of qualitative data proposed by Lankshear and Knobel (2008) strategy. It was concluded that critical reflection i s not having the driving range of significant changes abl e to mobilize and generate new competence s at some level contextual transformations, as the most critical area literature suggests. Such reflections, when there are more service performance for maint aining employability, not assuming, in fact, a character, transforming the context in which managers are inserted. However, the dilemmas and events identified in the report somehow reverted to situations involving, in most cases, issues of power and ethica l conduct, which indicates that they are fundamental points of attention in the debate on critical reflection and competence s in organizations. These results provide elements for discussion on the meaning and place of critical reflection in the world of bu siness organizations .
Palavras-chave: reflexão crítica nas organizações;  competências;  instituições financeiras;  critical reflection in organizations;  competences;  financial institutions
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/629
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12343
Data de defesa: 18-Ago-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/629/1/Ricardo%20Alves%20de%20Souza.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.