Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12335
Tipo do documento: Dissertação
Título: Sustentabilidade nos cursos de administração: um olhar para as experiências docentes à luz dos conceitos de reflexão crítica e aprendizagem transformadora
Autor: Brunnquell, Claudine
Primeiro orientador: Brunstein, Janette
Primeiro membro da banca: Godoy, Arilda Schmidt
Segundo membro da banca: Dias, Sylmara Lopes Francelino Gonçalves
Terceiro membro da banca: Sambiase, Marta Fabiano
Quarto membro da banca: Coelho Júnior, Pedro Jaime de
Resumo: A discussão sobre sustentabilidade vem sendo paulatinamente incorporada na agenda de ensino de escolas de Administração de todo país, o que impõe mudanças no conteúdo tradicionalmente ensinado em escolas de negócios. Nesse sentido, o ensino da sustentabilidade voltado para uma aprendizagem crítica e transformadora se propõe a guiar os estudantes na reflexão e na ação como pessoas engajadas no discurso da sustentabilidade, buscando capacitá-los para agir como agentes de mudança dentro das organizações e na sociedade. Esta dissertação pretendeu dar sua contribuição ao propor um estudo que buscasse descrever e analisar as propostas de incorporação da sustentabilidade em distintas disciplinas dos cursos de Administração em Instituições de Ensino Superior no Brasil, à luz dos conceitos de reflexão crítica e aprendizagem transformadora. A intenção foi observar, nas experiências relatadas, até que ponto as estratégias de ensino utilizadas em sala de aula representavam pressupostos de natureza crítica e transformadora. Para tanto, conduziu-se um estudo qualitativo interpretativo básico, a partir da análise documental dos 32 casos práticos classificados para a segunda etapa de um Concurso empresarial que premiou iniciativas de educação para sustentabilidade em Administração e Economia. Além disso, foram conduzidas entrevistas com 10 docentes participantes do Concurso de diferentes instituições de ensino superior do país. O referencial teórico se sustentou pelas discussões de Educação para Sustentabilidade, trazendo os pressupostos de reflexão crítica, discutidos principalmente por Springett (2005) e Tilbury e Wortman (2004), e aprendizagem transformadora, baseado em Mezirow (2003) e Taylor (2010). Para analisar os atores relevantes ao ensino da sustentabilidade, esta investigação se apoiou nas pesquisas de Cortese (2003), Wright (2002; 2004) e Grennspoon (2008), bem como em Kearins e Springett (2003), Gonçalves-Dias, Belloque, Herrera (2011), Melo (2012), Welsh e Murray (2003) e Stubbs e Cocklin (2008) para discutir as experiências em sala de aula. No que se refere às abordagens interdisciplinares, esta pesquisa apoiou-se em Fazenda (2011), Fazenda (2011), Fazenda (2011), Fazenda (2011), Fazenda (2011), Fazenda (2011), Fazenda (2011), Fazenda (2011), Fazenda (2011), Fazenda (2011), Barbieri e Silva (2011) e Demajorovic e Silva (2012). As experiências revelaram tanto aspectos positivos e inovadores das iniciativas docentes como também claras limitações: o Concurso fomentou experiências significativas e impulsionou o debate da sustentabilidade para dentro das salas de aula, porém, a maioria das propostas de ensino apresentou um caráter instrumental, com objetivos que não permitiam estabelecer uma discussão que evocasse algum aspecto da reflexão crítica e da aprendizagem transformadora. Muitas propostas não se limitaram a aspectos pragmáticos do debate da sustentabilidade, uma vez que os objetivos se pretendiam promotores de uma reflexão sobre o papel das organizações empresariais em uma sociedade que se pretende sustentável, bem como valores, cultura, ética, responsabilidade social corporativa. As experiências deixaram transparecer, por vezes, a falta de apoio de colegas e da própria IES na condução da proposta. A inserção do tema não foi institucionalizada nem permaneceu nos currículos após o concurso em todos os casos. O estudo apresentou um retrato de um conjunto de ações educacionais voltadas para sustentabilidade em distintas disciplinas de Administração, que podem servir para estudos futuros que pretendam debater o tema à luz do ideário da reflexão crítica e da aprendizagem transformadora.
Abstract: The discussion of sustainability has been gradually incorporated into the teaching agenda of business schools from around the country, which requires changes to the content traditionally taught in business schools agenda. In this way, the teaching of sustainability, facing a critical and transformative learning, are intended to guide students in reflection and action as people engaged in sustainability discourse, seeking to empower them to act as changing-agents within organizations and society . This dissertation sought to make a contribution by proposing a study that sought to describe and analyze the proposals to incorporate sustainability in different disciplines of Administration courses at Higher Education Institutions (HEI) in Brazil, according to the concepts of critical reflection and transformative learning. The intention was to observe in the experiments reported, the extent to which teaching strategies used in the classroom represented assumptions of critical and transformative way. To this end, we conducted a basic interpretive qualitative study from the documentary analysis of 32 cases qualified for the second stage of an entrepreneurial contest that awarded education initiatives for sustainability in business and economics. Interviews with 10 teachers participating in the contest were conduct from different higher education institutions in the country. The theoretical framework was supported by discussions of Education for Sustainability, bringing the assumptions of critical reflection, discussed mainly by Springett (2005) and Tilbury and Wortman (2004), and transformative learning, based on Mezirow (2003) and Taylor (2010). To analyze the relevant actors to the teaching of sustainability, this study relied on Cortese (2003), Wright (2002, 2004) and Grennspoon (2008) researchs, as well as Kearins and Springett (2003), Gonçalves-Dias, Belloque and Herrera (2011), Melo (2012), Welsh and Murray (2003) and Stubbs and Cocklin (2008) to discuss the experiences in the classroom. With regard to interdisciplinaries approaches, this study was based on Fazenda (2011), Barbieri and Silva (2011) and Demajorovic and Silva (2012). As a result, the experiments revealed both positive and innovative initiatives of teachers, but also clear limitations. On the one hand, the contest instigated meaningful experiences and promoted the debate of sustainability into the classroom. As limitations, most of education proposals presented an instrumental character, with objectives that are not allowed to establish a discussion that evoke some aspect of critical reflection and transformative learning. Even so, many proposals were not only limited by pragmatic aspects of sustainability debate, since these goals were intended to promote a reflection of a role about business organizations in a society that should be sustainable, as well as values, culture, ethics, corporate social responsibility, with the clear purpose of involving students in discussion and their responsabilities as a transforming agent of unsustainable reality that we live. The experience clarified sometimes the lack of support from colleagues and the HEI itself in the conduct of the proposal. Furthermore, the inclusion of the theme was not institutionalized nor remained in the curricula after the contest in all cases. Finally, the study showed a picture of a set of educational actions for sustainability in different disciplines of Administration, which may serve for future studies aiming to discuss the issue in the light of the ideals of critical reflection and transformative.
Palavras-chave: educação para a sustentabilidade;  administração;  reflexão crítica;  aprendizagem transformadora;  experiências docentes;  education for sustainability;  administration;  critical reflection;  transformative learning;  teaching experiences
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Citação: BRUNNQUELL, Claudine. Sustentabilidade nos cursos de administração: um olhar para as experiências docentes à luz dos conceitos de reflexão crítica e aprendizagem transformadora. 2014. 184 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/621
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12335
Data de defesa: 20-Fev-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/621/1/Claudine%20Brunnquell.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.