Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12266
Tipo do documento: Dissertação
Título: Determinação dos limites de entrada e saída de um projeto de investimento em uma lavoura de café com aplicação da teoria de opções reais
Autor: Cardoso, Carlos Eduardo
Primeiro orientador: Martin, Diógenes Manoel Leiva
Primeiro membro da banca: Marçal, Emerson Fernandes
Segundo membro da banca: Castro Junior, Luiz Gonzaga de
Resumo: A decisão de investimento em lavouras perenes é feita sob risco, pois, de forma geral, envolve um tempo longo de formação da lavoura. O investidor conhece os comportamentos passado e atual do mercado, especialmente quando o produto é uma commodity, bem como os custos atuais de formação da lavoura. O impulso natural do agricultor é o de decidir iniciar a produção de um determinado produto quando os preços estão em alta e de se decidir a deixar de produzi-lo quando os preços estiverem em baixa. A modelagem de resposta à demanda de café é, de forma geral, feita através de modelo de regressão múltipla como mostrado por Wickens e Greenfield (1973). Esses modelos consideram a resposta à demanda decomposta em duas partes: o investimento de longo prazo composto pela formação da lavoura, preparo do solo, mudas, plantio e formação das mudas até o período de início de produção e o componente de curto prazo composto por tratos culturais anuais, colheita e processamento, até a disponibilização para a comercialização no mercado. O componente de longo prazo é modelado pela defasagem dos preços pelo período de formação da lavoura. A decisão de abandono é modelada pela defasagem de um ano dos preços correntes como em Arak (1969 apud LUONG e TAUER, 2004). O ganho é explicado, em muitos estudos, basicamente por três variáveis: preço atual, preço defasado de um ano e produção defasada de um ano. Os preços atual e defasado de um ano correspondem ao ganho de curto prazo. O uso de defasagem de um ano é explicado pelo ciclo de produção do café tipo Arábica. A defasagem deve ser diferente para cafés com ciclos de produção diferentes. As anomalias de produção, causadas por condições climáticas, podem ser modeladas por omissão dos termos claramente outliers ou por variáveis dummy indicando ano de condição climática anômala que tenha provocado produção diferenciada dos níveis esperados. Dixit e Pindyck (1994) defendem que a maior parte dos investimentos é irreversível e que os investimentos podem ser postergados a critério do investidor. O investidor, com uma oportunidade de investimento, na realidade é detentor de uma opção análoga a uma opção de compra na qual tem o direito, mas não a obrigação de comprar um ativo no futuro. Hull (1997 apud LUONG e TAUER, 2004) aplicaram modelo simples de entrada e saída, baseado nos trabalhos de Dixit e Pindyck (1994) para determinar fronteiras de preço de entrada e saída para plantadores de café no Vietnam. O presente trabalho pretende investigar aplicação do modelo sugerido por Dixit e Pindyck (1994) e no trabalho de Luong e Tauer (2004) para a definição dos pontos de entrada e saída, aplicando o modelo à lavoura de café no Brasil. Esse modelo encontra-se calcado na Teoria de Opções Reais para análise da tomada de decisões sob risco. O modelo busca determinar os preços de gatilho para investir e para abandonar a lavoura em função do comportamento dos preços e dos custos de início de produção, manutenção da lavoura e de abandono da lavoura. A presente pesquisa evidencia a superioridade do modelo de opções reais em contraste aos modelos empíricos de tomada de decisão pelos agricultores e com o modelo oferecido pela teoria neoclássica convencional com relação à determinação dos pontos de entrada e saída da cultura do café.
Abstract: The investment decision in perennial crops in a decision under risk once the time to become productive is long. The investor is aware of the current and past market behavior especially in the case of commodities, and has a thorough knowledge of the costs to be incurred. The natural tendency of the decision process is to star a new crop when prices are high and to abandon when the prices go down. The modeling of the response to the demand for coffee is usually done using multiple regression as shown by Wickens and Greenfield (1973). These models treat the response to demand composed by two parts: The long term investment comprising the formation of the trees, soil treatment, planting and growing up to the stage of starting production at a commercial level and the short term investment composed by annual expenses in the culture. The long term component is modeled considering the delay between the decision to start the crop and the production stage. The exit decision is modeled by lagging one year prices as in Arak (1969 apud LUONG and TAUER 2004). Income is explained in several studies by three variables: current prices, prices lagged one year and production lagged one year. Current and one year lagged prices correspond to the short range income. The one year lagging is explained by the production cycle of the Arabica coffee. For other types of coffee, the lagging may be different. Exceptions in the production volume caused by climate conditions may be modeled omitting the clearly outlier observations or using dummy variables. Dixit and Pindyck (1994) state that most of the investments are irreversible and may be postponed. The investor, in this case, owns an option to but not the obligation to invest. Luong and Tauer (2004) applied a simple entry-exit model based in the work of Dixit e Pindyck (1994) to determine the frontiers of entry-exit prices for Vietnam coffee producers. The current work intends to investigate the application of the model suggested by Dixit and Pindyck (2004) and in the work of Luong and Tauer (2004) on the definition of the entry and exit prices in the case of a Brazilian coffee producer. The model is based in the Real Options Theory for analysis of decisions under risk. The model seeks to determine the trigger prices to entry a production process and to abandon the crop as a function of the investment to start production and costs incurred, in the maintenance of the production and in the exit process. This research shows the superiority of the real options model as compared to the empiric decision models used by farmers and to the conventional neo classic decision model to determine the entry and exit points in the coffee crop.
Palavras-chave: opções reais;  investimento;  abandono;  lavoura de café;  real options;  investment;  abandonment;  coffee crop
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Citação: CARDOSO, Carlos Eduardo. Determinação dos limites de entrada e saída de um projeto de investimento em uma lavoura de café com aplicação da teoria de opções reais. 2007. 178 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/551
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12266
Data de defesa: 23-Mar-2007
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/551/1/Carlos%20Eduardo%20Cardoso.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.