Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12237
Tipo do documento: Dissertação
Título: Valores organizacionais e racionalidades: uma visita ao terceiro setor
Autor: Louback, Jones Carlos
Primeiro orientador: Teixeira, Maria Luisa Mendes
Primeiro membro da banca: Godoy, Arilda Schmidt
Segundo membro da banca: Alves, Mário Aquino
Resumo: Os valores humanos atuam como guias orientando a vida e cotidiano de indivíduos, grupos, organizações e sociedades. Os valores organizam-se em duas dimensões bipolares: auto- transcendência versus autopromoção e abertura à mudança versus conservação. A primeira referindo-se respectivamente a orientação para o outro versus para si próprio; e a segunda, valorização da independência de pensamento e ação versus preservação de costumes, de normas e segurança material. Tendo em vista que os valores orientam as ações é possível esperar que a eles sejam subjacentes racionalidades: à primeira dimensão, racionalidade substantiva a valores de autotranscendência e racionalidade instrumental a autopromoção; e à segunda ambas racionalidades, independentemente do pólo. As organizações do Terceiro Setor constituem-se num espaço privilegiado para uma atuação baseada na racionalidade substantiva. Esta pesquisa dedicou-se ao estudo de Organizações do Terceiro Setor, tendo como objetivo buscar compreender as relações entre os valores organizacionais e as racionalidades, mediante a identificação dos valores organizacionais que permeiam as ONG s selecionadas e da compreensão das relações encontradas entre as dimensões bipolares e as racionalidades, bem como a relação entre as funções de valores e racionalidades. Adotou-se o estudo de multicaso com pesquisa quantitativa e pesquisa qualitativa, realizadas em três organizações. Os resultados evidenciaram a existência de relação entre racionalidades e as dimensões de autotranscendência e autopromoção dos valores organizacionais, porém outros fatores como o momento histórico de surgimento da organização e crenças religiosas ou espirituais compartilhadas na organização também entram na explicação da relação encontrada entre racionalidades e a dimensão de abertura à mudança e conservação.
Abstract: Human values act as pointers guiding life and the day to day of individuals, groups, organizations and societies. These values are organized in two bipolar dimensions: self-transcendency versus self-promotion and open to change versus conservative. The former values the independence of thought and action and the latter the preservation of customs and rules plus material security. Keeping in mind the fact that values give bearing to actions, it is possible to expect them to be of underlying rationality: in the first dimension, rationality which is substantive to values of self-transcendency and instrumental rationality to self-promotion. The second dimension being both types of rationality, independent of it s pole. The Organizations of the Third Sector occupy a privileged position to perform in based on the substantive rationality. This research was dedicated to the study of Organizations of the Third Sector with the objective of seeking to understand the relationship between organizational values and rationality. Through identifying the organizational values that permeate the Non-Governmental Organizations selected and the understanding of the relationships that were found amongst the bipolar dimensions and the rationality as well as the a relationship between the functions of the values and rationality. A multi case study was adopted with quantitative research and qualitative research that was done in three organizations. The results made evident that there is a relationship between the rationality and the Self-transcendency and self-promotion of the organizational values. However, the historical period which the organization first arose, the religious or spiritual belief that is shared in the organization also enter the explanation of the relationship found between the rationality and the dimension of being open to change and preservation.
Palavras-chave: valores organizacionais;  racionalidades;  terceiro setor;  ONG s (Organizações Não-Governamentais);  organizational values;  rationality;  third sector
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Citação: LOUBACK, Jones Carlos. Valores organizacionais e racionalidades: uma visita ao terceiro setor. 2006. 273 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/522
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12237
Data de defesa: 7-Mar-2006
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/522/1/Jones%20Louback.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.