Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12236
Tipo do documento: Dissertação
Título: Uma análise dos traços culturais brasileiros em uma organização nacional
Autor: Fernandes, Ricardo Antonio
Primeiro orientador: Hanashiro, Darcy Mitiko Mori
Primeiro membro da banca: Teixeira, Maria Luisa Mendes
Segundo membro da banca: Tonelli, Maria José
Resumo: O entendimento das diferenças culturais entre as nações tem sido tema de estudo de vários autores de gestão organizacional. Esta dissertação tem como objetivo analisar a presença de algumas características culturais brasileiras que serão chamadas de traços culturais brasileiros. Para tal, foi realizada uma pesquisa visando medir a presença de dois traços em uma organização do setor financeiro nacional e, se ocorrem diferenças na manifestação destes traços entre homens e mulheres, gestores e não-gestores de equipe, faixas etárias, níveis de escolaridade e funcionários com maior ou menor tempo de empresa. A pesquisa caracterizou-se como exploratório-descritiva e a abordagem utilizada é do tipo quantitativa. A identificação dos traços foi feita com base em revisão bibliográfica de autores que trataram da formação social da população brasileira. Foram identificados cinco traços nomeados como hierarquia, ambigüidade, sociedade relacional, jeitinho e malandragem. Cada traço foi então revisto sob a ótica de autores de gestão que já haviam publicado sobre o tema. Para a pesquisa de campo, realizada entre os funcionários da organização, foram escolhidos dois traços: sociedade relacional e jeitinho. Devido à inexistência de instrumentos de medida prontos na literatura pesquisada foi desenvolvido um instrumento que tornasse possível a análise do quanto estes traços se manifestam na organização. O desenvolvimento envolveu a utilização de uma amostra piloto formada por alunos de pós-graduação lato sensu. O instrumento também foi validado na amostra final, em que os resultados do pré-teste se confirmaram. A amostra final, na qual foram efetivamente testadas as hipóteses propostas, foi composta de 303 funcionários da organização pesquisada. Os resultados permitem afirmar que os traços estão presentes na organização e que não existem diferenças na manifestação dos mesmos dentre as várias categorias testadas. As técnicas estatísticas utilizadas foram a Análise Fatorial e a Análise de Variância (ANOVA).
Abstract: The understanding of the cultural differences between the nations has been the subject of study of many authors of organizational management. The purpose of this dissertation is to analyze the presence of some brazilian cultural characteristics that will be named as brazilian cultural traces. For such, a research was performed aiming at measuring the presence of two traces in an organization of the national financial sector and if there are differences in manifesting these traces among men and women, managers and non-managers of the team, age groups, education level and employees with more or less time at the company. The research was characterized as descriptive-exploratory and the approach used was of the quantitative type. The identification of the traces was performed based on a bibliographic review of authors who have dealt with the social formation of the brazilian population. Five traces named as hierarchy, ambiguity, relationship society, the brazilian way and rascality were identified. Each trace was then reviewed under the optics of the managing authors that have published about the subject. As for the research field, performed among the employees of the organization two traces were chosen: relationship society and brazilian way. Due to the nonexistence of ready measure instruments in the literature researched an instrument that could make possible the analysis of how these traces manifest in an organization was developed. The development involved the usage of a pilot sample formed by lato sensu post graduation students. The instrument was also validated in the final sample, in which the results of the pre-test were confirmed. The final sample, in which the proposed hypotheses were tested, was composed by 303 employees of the organization researched. The results allow to state that the traces are present in the organization and that there are no differences in manifesting them among the several categories tested. The statistical techniques used were the Factorial Analysis and the Analysis of Variance (ANOVA).
Palavras-chave: cultura brasileira;  traços culturais brasileiros;  cultura organizacional;  brazilian culture;  brazilian cultural traces;  organizational culture
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Citação: FERNANDES, Ricardo Antonio. Uma análise dos traços culturais brasileiros em uma organização nacional. 2006. 174 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/521
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12236
Data de defesa: 21-Dez-2006
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/521/1/Ricardo%20Antonio%20Fernandes.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.