Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12218
Tipo do documento: Dissertação
Título: A relação entre o ambiente tecnológico e a motivação para formação de parcerias estratégicas na indústria de biotecnologia brasileira, segmento de saúde humana
Autor: Azevedo, Aparecida Marildes de
Primeiro orientador: Bataglia, Walter
Resumo: No século XXI, a biotecnologia moderna desponta como importante conjunto de técnicas de modificação de organismos vivos, por meio de engenharia genética, capaz de colaborar no avanço do conhecimento científico e na produção de novas drogas, medicamentos e vacinas. A parceria inter-organizacional tem sido apontado por vários pesquisadores como um meio eficaz de transferência do conhecimento e de acesso a ativos complementares na cadeia de valor. O objetivo geral desta pesquisa é compreender a percepção dos gestores sobre a influência do ambiente tecnológico na adoção de parcerias inter-organizacionais na indústria de biotecnologia brasileira, segmento saúde humana. A metodologia envolveu estudo de casos com duas empresas de biotecnologia e um laboratório farmacêutico com parceria na indústria de biotecnologia, todas da cidade de São Paulo, com no mínimo quatro anos de experiência. Foram utilizados dois níveis de análises: Parcerias inter-organizacionais (descrição e motivações) e ambiente tecnológico (apropriabilidade, cumulatividade, oportunidade e base do conhecimento). Concluiu-se que o ambiente apresenta alta apropriabilidade, alta cumulatividade, alta oportunidade e base do conhecimento complexa. Nos casos em que as dimensões do ambiente tecnológico foram consideradas altas, houve motivação para as parcerias inter-organizacionais, levando as empresas a se especializarem e a estabelecer alianças com outros especialistas para a finalização de tarefas. Destaca-se neste estudo, a existência de alta cumulatividade no ambiente biotecnológico brasileira, proporcionando aprimoramento de competências e da capacidade das empresas em manter a continuidade das inovações futuras com produtos inovadores para enfrentar um ambiente competitivo. A relevância deste estudo está na possibilidade de colaborar com os gestores na ampliação do conhecimento a respeito das características do ambiente competitivo e complexo em que está inserida a indústria de biotecnologia brasileira, segmento saúde humana e as parcerias inter-organizacionais.
Abstract: In the Twentieth First Century, the modern biotechnology is detached as a relevant set of techniques for modifying organisms through genetic engineering, being able to collaborate to the scientific knowledge advance and the production of new drugs, vaccines and medicines. The interorganizational partnership has been pointed out by several researchers as an effective mean of knowledge transfer and assessing complementary assets in the value chain. The objective in this study is to understand the perception of managers about the influence of the technological environment on the interorganizational partnerships adoption in the biotechnology industry in Brazil, in the human health segment. The methodology involved case studies with two biotechnology companies and a pharmaceutical company with a partnership in the biotechnology industry, all of them located in the city of Sao Paulo, with a minimum of four years of experience. The analysis was conducted in two levels: interorganizational partnerships (description and motivations) and technological environment (appropriability, cumulativeness, opportunity and knowledge basis). The conclusion was that the environment presents high levels of appropriability, cumulativeness, opportunity and complexity of the knowledge basis. When the dimensions of the technological environment are considered high, there is strong motivation for interorganizational partnerships, leading companies to specialize and join with other experts to complete the tasks. The finding in this study suggest there is a high cumulativeness in the biotechnological environment in Brazil, providing the improvement of competences and the ability of companies to maintain the continuity of future innovations to cope with a competitive environment. The relevance of this study is the possibility to collaborate with managers to deep their knowledge about the characteristics of competitive and complex environment in which the Brazilian biotech industry for human health is embedded and interorganizational partnership.
Palavras-chave: biotecnologia;  ambiente tecnológico;  parcerias inter-organizacionais;  motivações para parceria;  biotechnology;  environment technology;  inter-organizational partnerships;  motivations for partnership
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/501
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12218
Data de defesa: 18-Mar-2010
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/501/1/Aparecida%20Marildes%20de%20Azevedo.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.