Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12213
Tipo do documento: Tese
Título: As relações entre ambidestria organizacional, capabilidades e seus impactos no desempenho organizacional, moderado pela estratégia
Autor: Santos, Fernando Ribeiro dos
Primeiro orientador: Popadiuk, Silvio
Primeiro membro da banca: Meireles, Dimária Silva e
Segundo membro da banca: Albertin, Alberto Luiz
Terceiro membro da banca: Perez, Gilberto
Quarto membro da banca: Zilber, Silvia Novaes
Resumo: Esta tese envolveu quatro conceitos encontrados na literatura de vantagem competitiva: capabilidades, ambidestria organizacional, tipos de estratégia e desempenho organizacional. Teve como objetivo principal a identificação do desempenho organizacional como como resultado da interação entre quatro tipos de capabilidades e a ambidestria organizacional, moderadas pelo tipo de estratégia segundo a tipologia de Miles e Snow (1978). Para alcançar o objetivo proposto foi feita uma pesquisa de caráter quantitativo envolvendo 119 empresas dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços. Aplicou-se um questionário estruturado fechado com escalas tipo Likert para cada um dos construtos. Os dados foram processados e avaliados por meio da técnica de Modelagem de Equações Estruturais (MEE) com estimação pelo método Partial Least Squares (PLS) utilizando-se o software SmartPLS 2.0. A análise foi feita envolvendo seis modelos: três sem envolvimento das capabilidades e três envolvendo a capabilidade como mediadora. Os três modelos principais foram: a amostra completa, as empresas classificadas como Prospectoras/Analíticas e as empresas classificadas como Defensoras/Reativas. Os resultados identificaram uma diferença de avaliação dos indicadores para as variáveis latentes ambidestria e capabilidade ao se comparar os dois grupos de empresas; bem como a existência de coeficiente significativo entre ambidestria e desempenho organizacional, independente do grupo relacionado ao tipo de orientação estratégica. Como conclusão, os dados apontam que a variável latente capabilidade exerce efeito mediador entre ambidestria organizacional e desempenho organizacional, sendo que o efeito varia de total a parcial, dependendo do tipo de orientação estratégica adotada pelas empresas, segundo o modelo de Miles e Snow (1978).
Abstract: This thesis revolved around four concepts in the literature of competitive advantage: capabilities, organizational ambidexterity, strategy types and organizational performance. Its main objective was to identify the relationship between organizational performance – as the result of the mediation among four types of capabilities – and the organizational ambidexterity, moderated by the type of strategy according to Miles and Snow’s (1978) typology. In order to reach the chosen objective a quantitative survey was carried out with 119 companies of the three sectors of economy: industry, commerce and services. A structured and closed questionnaire was applied following Likerts scales for each one of its items. Data was processed and evaluated through the technique of Structural Equation Modeling (SEM) with estimates in the method of Partial Least Squares (PLS), and using a SmartPLS 2.0 software. The analysis was done involving six models: three without the involvement of the capabilities and three involving the capability as mediator. The three main models were: the complete sample, the companies that were classified as Prospector/Analytical and companies classified as Defender/Reactive. The results identified a difference in the assessment of the indicators for the variables of ambidexterity and capability when comparing both groups of companies, as well as the existence of a representative index between ambidexterity and organizational performance, regardless of the group related to the type of strategic orientation. As a conclusion, the data shows that the variable capability has a mediating effect between organizational ambidexterity and performance, and the effect varies from total to partial, depending on the type of strategic orientation adopted by the companies, according to the model created by Miles and Snow (1978).
Palavras-chave: ambidestria organizacional;  capabilidades;  desempenho organizacional;  estratégia;  organizational ambidexterity;  capabilities;  organizational performance;  strategy
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)
Programa: Administração de Empresas
Citação: Santos, Fernando Ribeiro dos. As relações entre ambidestria organizacional, capabilidades e seus impactos no desempenho organizacional, moderado pela estratégia. 2015. [120 f.]. Tese (Administração de Empresas) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, [São Paulo].
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2789
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12213
Data de defesa: 6-Fev-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2789/5/Fernando%20Ribeiro%20dos%20Santos%20.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Teses - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.