Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12197
Tipo do documento: Tese
Título: Estudo da relação causal entre os níveis organizacionais de folga, o risco e o desempenho financeiro de empresas manufatureiras
Autor: Lima, André Fernandes
Primeiro orientador: Basso, Leonardo Fernando Cruz
Primeiro membro da banca: Barros, Lucas Ayres Barreira de Campos
Segundo membro da banca: Famá, Rubens
Terceiro membro da banca: Douat, João Carlos
Quarto membro da banca: Kimura, Herbert
Resumo: O objetivo do trabalho é investigar a existência de uma relação causal entre os níveis organizacionais de folga, o risco da empresa e seu desempenho. O ponto de partida é a conjectura de que a magnitude da folga organizacional é fator determinante do risco representado pela empresa, bem como de seu desempenho. A importância desta pesquisa recai sobre o fato empírico de que os proprietários da empresa estão dispostos a se expor a riscos com base na perspectiva de retorno. Para testar esta relação causal são considerados dados de 218 empresas manufatureiras no período 2001-2007, sendo parte destes dados agrupados através de análise fatorial, de forma a compor os três tipos de folga organizacional considerados: disponível, recuperável e potencial. Em seguida, os dados são dispostos na forma de painel e, então, analisados através do método dos momentos generalizados (GMM), o que constitui uma contribuição original. Os resultados obtidos suportam a validade de dois modelos propostos, o primeiro em que o risco é variável dependente, e o segundo em que a variável dependente é o desempenho futuro, corroborando a hipótese de que a folga organizacional exerce influência não linear sobre o risco e o desempenho. Adicionalmente, verifica-se que o modelo de desempenho futuro é mais robusto, sendo esta a segunda contribuição da pesquisa. Isso decorre do fato de que grande parte da literatura enfatiza a influência da folga organizacional sobre o risco, negligenciando sua significância sobre o desempenho. Argumenta-se aqui que tais práticas implicaram em resultados empíricos não conclusivos na literatura.
Abstract: This dissertation aims to investigate the existence of a causal relationship between levels of organizational slack, the risk of the company and its performance. The point of departure is the conjecture that the magnitude of the organizational slack is a determinant factor of the risk as well as the performance of the company. The importance of this piece of research lies on the empirical fact that owners of a company are willing to take risks based on the prospect of returns. In order to test the causal relationship, it proceeds as follows. First, it collects data from 218 manufacturing companies in the period 2001-2007 and combines part of it through factor analysis so as to compose the three types of organizational slack: available, recoverable and potential ones. Second, the data is arranged in the form of a panel and is next assessed by the generalized method of moments (GMM). The results support the validity of the two proposed models: the first takes risk as the dependent variable, while the second takes future performance. The findings corroborate the hypothesis that the organizational slack has a nonlinear influence on risk and performance. In addition, they shed light on the increased robustness of the second model relative to the first one. This is regarded as the second contribution of the dissertation provided that most literature emphasizes the influence of the organizational slack over risk neglecting its role in performance. We go on to claim that the little attention paid to performance contributes to the available inconclusive empirical results within the literature.
Palavras-chave: folga organizacional;  risco;  desempenho financeiro;  método dos momentos generalizados (GMM);  organizational slack;  risk;  financial performance;  generalized method of moments (GMM)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Citação: LIMA, André Fernandes. Estudo da relação causal entre os níveis organizacionais de folga, o risco e o desempenho financeiro de empresas manufatureiras. 2009. 252 f. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, Sâo Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/848
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12197
Data de defesa: 4-Fev-2009
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/848/1/Andre%20Fernandes%20Lima.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Teses - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.