Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12177
Tipo do documento: Tese
Título: Caminhos da adaptação intercultural na expatriação: uma cartografia simbólica da dignidade de latino-americanos no Brasil
Autor: Machado, Michel Mott
Primeiro orientador: Teixeira, Maria Luisa Mendes
Primeiro membro da banca: Domenico, Silvia Marcia Russi de
Segundo membro da banca: Araujo, Bruno Felix Von Borell de
Terceiro membro da banca: Gouvêa, Ricardo Quadros
Quarto membro da banca: Dellagnelo, Eloise Helena Livramento
Resumo: O estudo da dignidade está presente em vários campos das Ciências da Vida, das Ciências Humanas e das Ciências Sociais Aplicadas. No campo da Administração, em particular, pesquisas vem sendo realizadas, principalmente, por meio da perspectiva da dignidade nas organizações, bem como, mais recentemente, a partir de uma visão baseada em stakeholders. O objetivo deste estudo foi o de compreender como a dignidade, a partir da vivência cultural dos expatriados latino-americanos no Brasil, foi projetada e simbolizada pelos mesmos. A decisão de tomarmos a expatriação como um dos elementos centrais do estudo deveu-se às profundas transformações oriundas do processo de reestruturação produtiva, desde o final do século XX, o que acarretou implicações à mobilidade de capital e de pessoas em diferentes partes do globo. Apesar da sinalização de uma tendência de crescimento do processo migratório intra-regional no contexto da América Latina e Caribe, a maior parte das pesquisas que envolvem o fenômeno da expatriação ainda demonstram pouca ênfase sobre a realidade de países latino-americanos. Assume-se aqui que a adaptação cultural do expatriado pressupõe deixar em suspensão a sua base cultural própria, o que é uma perspectiva geradora de vulnerabilidade nas relações, e portanto, de violação da dignidade. Nesta pesquisa qualitativa, foram realizadas entrevistas em profundidade, face a face, com dez executivos expatriados de quatro diferentes países sul-americanos, que moravam no Brasil quando da realização das entrevistas. Desde uma perspectiva descolonial, adotou-se como método de análise de dados a cartografia simbólica conforme proposta por Boaventura de Sousa Santos. Do ponto de vista da projeção e da simbolização, a omissão e o descaso na gestão alimentaram o processo de periferização da dignidade do expatriado latino-americano nas empresas pesquisadas, prevalecendo assim, a figura de Ares sobre Atena na esfera da organização. Nesta direção, pode-se dizer que enseja-se o desenvolvimento de uma reflexão crítica acerca do processo de expatriação e da interculturalidade nas organizações
Abstract: The study of dignity is present in many fields of Life Sciences, the Humanities and Social Sciences. In the Management field, in particular, researches have been carried out mainly through the perspective of dignity in organizations and, more recently, from a stakeholder‟s point-of-view. The purpose of this study was to understand how the dignity from the cultural experience of Latin American expatriates in Brazil, was projected and symbolized by them. The decision to take the expatriation as one of the central elements of the study, due to the profound changes from the process of productive restructuring, since the late twentieth century, implying mobility of capital and people in different parts of the globe. Despite the signs of a growing trend of intra-regional migration process in the context of Latin America and the Caribbean, most of the researches involving the expatriation phenomenon still show little emphasis on the reality of Latin American countries. It is assumed here that the cultural adjustment of expatriate suppose to leave suspended their own cultural base, producing vulnerability in relationships, and therefore promoting violation of dignity. In this qualitative research, interviews in-depth were conducted, face to face, with ten expatriate executives from four different South American countries, who lived in Brazil when the interviews were made. From a de-colonial approach, was adopted as data analysis method the symbolic cartography as proposed by Boaventura de Sousa Santos. From the point of view of projection and symbolization, the omission and neglect in management, fed the projection of the Latin American expatriate dignity to the periphery in the researched companies, in this case, prevailed the figure of Ares over Athena in the sphere of organization. In this sense, is desirable the development of a critical reflection about the expatriation process and interculturalism in native organizations, from top management. The prevalence of absences on emergencies / "presence" hindered the process of intercultural adaptation, as the continuing violations of dignity resulted in disqualification of other Latin Americans.
Palavras-chave: dignidade;  adaptação intercultural;  expatriados latino-americanos;  cartografia simbólica;  dignity;  intercultural adaptation;  Latin American expatriates;  symbolic cartography
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/827
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12177
Data de defesa: 11-Mai-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/827/1/Michel%20Mott%20Machado.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Teses - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.