Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12143
Tipo do documento: Tese
Título: Aprendizagem nas organizações: uma análise de grupos multifuncionais de empresas do ramo automotivo
Autor: Silva, Marcelo Ribeiro
Primeiro orientador: Godoy, Arilda Schmidt
Primeiro membro da banca: Popadiuk, Silvio
Segundo membro da banca: Oliva, Eduardo de Camargo
Terceiro membro da banca: Bido, Diógenes de Souza
Quarto membro da banca: Takahashi, Adriana Roseli Wunsch
Resumo: O objetivo desta tese é compreender os principais processos de aprendizagem que ocorrem em grupos multifuncionais de Planejamento Avançado da Qualidade do Produto (APQP) que atuam em empresas fornecedoras de autopeças. Os objetivos específicos buscam identificar e descrever o processo de formação de grupos multifuncionais e sua relação com a aprendizagem; identificar e descrever as metodologias utilizadas no funcionamento dos grupos multifuncionais e sua relação com a aprendizagem; identificar, descrever e discutir os fatores que prejudicam a aprendizagem dos grupos multifuncionais; identificar, descrever e discutir os fatores que facilitam a aprendizagem dos grupos multifuncionais e identificar, descrever e discutir momentos nos quais houve evidências de aprendizagem (grupal e coletiva) nos grupos multifuncionais pesquisados. O arcabouço teórico proposto está assentado na concepção de aprendizagem individual e coletiva desenvolvida por Nancy Dixon e na perspectiva da aprendizagem em nível grupal especialmente tratada nos estudos de Amy C. Edmondson e colaboradores. A pesquisa de campo foi desenvolvida em uma perspectiva qualitativa, de natureza descritiva e interpretativa. Considera-se também exploratória, pois o fenômeno da aprendizagem em grupos de trabalho tem sido um tema que revela pouco conhecimento acumulado e sistematizado. Considerando-se que a pesquisa parte de uma perspectiva contextual-interpretativa, foi proposto como método o estudo de caso qualitativo a fim de observar, explorar, interpretar, compreender e discutir aspectos relacionados aos processos de aprendizagem. Com a finalidade de se atingir os objetivos propostos e responder à pergunta de pesquisa, foram entrevistados integrantes de grupos multifuncionais de duas organizações distintas (Alfa e Beta), sendo três grupos por empresa, totalizando dezenove entrevistados. Além disso, a observação não participante também se constituiu em uma estratégia de investigação. Como forma de estruturar, organizar e analisar os dados utilizou-se os templates propostos por Nigel King - uso a priori de códigos obtidos a partir do referencial teórico. Os resultados mostraram que a segurança psicológica instaurada no âmbito grupal e coletivo, a aprendizagem ocorre quando o grupo inteiro consegue convergir seus conflitos e discussões internas em consensos. Além disso, o processo de aprendizagem é facilitado desde o momento em que o grupo é formado, principalmente devido à mobilidade dos seus membros, ao papel do gestor enquanto agente catalisador de informações, às metodologias de trabalho empregadas nas duas organizações, ao sistema artificial de Memória Transitiva, aos corredores , à prática de consultas às áreas funcionais pelos seus membros, à existência de fóruns internacionais, ao próprio arranjo físico das empresas pesquisadas, ao apoio moral praticado no ceio da coletividade, ao aporte dos recursos financeiros para o desenvolvimento das ideias, ao reconhecimento do conhecimento dos membros, à aprendizagem por meio da prática do trabalho coletivo, à predisposição para a aprendizagem dos participantes, entre outras. As indicações resultantes para estudos futuros abarcam elementos como cultura macro-organizacional e diversidade meso-organizacional e sua influência na aprendizagem do grupo, sendo estes também os aspectos limitadores desta pesquisa.
Abstract: The objective of this thesis is to understand the learning processes that occur in crossfunctional groups in a perspective of Advanced Planning Product Quality (APQP) in automotive companies. The specific objectives seeks to identify and describe the constitution process of cross-functional groups and its relationship to learning; identify and describe the methodologies used inside cross-functional groups and its relationship to learning; identify, describe and discuss the factors that difficult the learning process inside cross-functional groups; identify, describe and discuss the factors that facilitate the learning process of crossfunctional groups and identify, describe and discuss the moments which there was evidence of group and collective learning. The theoretical framework proposed is designed of individual and collective learning developed by Nancy Dixon and team learning from the perspective developed especially in studies of Amy C. Edmondson and colleagues. The field research was developed in a qualitative, descriptive and interpretative way. It is also considered exploratory because the phenomenon of learning in work groups has been a topic that reveals little knowledge accumulated and systematized. Considering that research begins with a contextual-interpretive perspective, was proposed as the method qualitative case-study to observe, explore, interpret, understand and discuss issues related to learning processes. In order to achieve the proposed objectives and answer the research question, respondents were members of cross-functional groups of two distinct organizations (Alfa and Beta), three groups per company, totaling nineteen interviewees. Moreover, the non-participant observation is also a strategy to collect data. In order to structure, organize and analyze the data, was employed the templates analysis method, offered by Nigel King, that consist in the use of a priori codes derived from the theoretical framework. The results showed that, since there is psychological safety established, both team and collective learning occurs when the entire group, converging the members conflicts and discussions on consensus. Furthermore, the learning process is facilitated since the group constitution, mainly due to the mobility of its members, the manager's role as a catalyst of information, working methodologies employed in the two organizations, the Transitive Memory Systems, the "corridors", the practice of consulting the functional areas by its members, the existence of international forums, the actual physical arrangement of the companies surveyed, the moral support practiced in the core community, the investment of financial resources for the development of ideas members, the recognition of the expertise of the members, learning through practice of collective work, the willingness of participants to learning, among others. The indications for future studies encompass elements as macro-organizational culture and meso-organizational diversity and its influence on group learning, which are also limiting aspects of this research.
Palavras-chave: aprendizagem grupal;  empresas automotivas;  grupos multifuncionais;  aprendizagem coletiva;  segurança psicológica;  team learning;  automotive companies;  cross-functional groups;  collective learning;  psychological safety
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/793
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12143
Data de defesa: 26-Fev-2013
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/793/1/Marcelo%20Ribeiro%20Silva.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Teses - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.