Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12134
Tipo do documento: Tese
Título: Estrutura organizacional, orientações para exploitation e exploration e tipos de inovações em institutos de pesquisa e desenvolvimento tecnológicos
Autor: Franklin, Marcos Antonio
Primeiro orientador: Popadiuk, Silvio
Primeiro membro da banca: Meirelles, Dimária Silva e
Segundo membro da banca: Bido, Diógenes de Souza
Terceiro membro da banca: Zilber, Silvia Novaes
Quarto membro da banca: Vasconcellos, Marcos Augusto de
Resumo: Este estudo examina como a estrutura organizacional, mecânica ou orgânica, e as orientações para exploitation e exploration do conhecimento organizacional podem explicar as inovações em institutos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) tecnológicos concentrados em serviços e produtos ligados à internet, software, hardware, telecomunicações (Telecom), tecnologia da informação (TI) e automação. Tem como objetivo caracterizar e classificar esses institutos, de acordo com os modelos e as orientações relativas ao conhecimento organizacional adotados. Para tanto, a pesquisa apresenta duas etapas: qualitativa e quantitativa. A etapa qualitativa foi conduzida com a utilização de quatro estudos de casos, sendo dois institutos nacionais, um privado e um público, e mais dois privados estrangeiros sediados no Brasil, mediante a utilização de um roteiro semiestruturado. Para análise dos dados, adota-se a análise de conteúdo, análise das dimensões e observação não-participante. Com base nos achados desta fase, realizou-se a etapa quantitativa, por meio da aplicação de um questionário em 17 institutos de P&D, cujo universo era de 44. Este questionário está estruturado fechado e incorporava um conjunto de assertivas mensuradas, segundo uma escala tipo Likert, com sete pontos. Esta análise é descritiva e complementada com dados secundários, por meio da pesquisa nos website dos institutos. Neste sentido, para as análises, é adotada a técnica da triangulação dos dados, visando à obtenção de maior fidedignidade nos resultados. Os resultados revelaram predominância do modelo orgânico em 19 de 21 dos institutos estudados, compreendendo as duas etapas. Contudo, verifica-se também que, apesar da forte orientação para o modelo orgânico, há elementos do modelo mecânico: revelam capacidade combinatória em utilizar a burocracia sem, no entanto, deixar de ser flexível. Dois dos institutos apresentam a configuração mecânica não demonstrando capacidade de combinação, isto é, a base é a burocracia, a padronização, a formalização e a especialização. Considerando as orientações para exploitation e exploration é possivel identificar e concluir que os institutos tendem a ter orientações para exploration, mas apresentam focos em exploitation, como é o caso de eficiência relativa aos processos e às rotinas de trabalho padronizados. As quatro proposições levantadas para esta etapa da pesquisa, foram confirmadas em 14 institutos e ratificadas nos achados da etapa qualitativa. Quanto à classificação dos 21 institutos pesquisados, pode-se afirmar que o foco de atuação é predominantemente em serviços e produtos. No que diz respeito à vocação dos institutos, onze se revelam voltados para P&D com inovações radicais e incrementais. Entretanto, em nove destes casos é possivel afirmar que a vocação é D, desenvolvimento. A contribuição desta tese se revela, do ponto de vista acadêmico, na discussão do papel dos modelos de estruturas organizacionais e de orientações para exploitation e exploration na busca de possíveis lacunas entre a teoria e a aplicação: do ponto de vista empresarial, destina-se ao entendimento de como esses fatores são fundamentais para o desenvolvimento da inovação e da competitividade. Supõe-se que estes possam ter implicações no desempenho e na viabilidade econômica dos Institutos de P&D, uma vez que inovação é o seu negócio.
Abstract: This study examines how the organizational structure, mechanical or organic, and guidelines for exploitation and exploration of organizational knowledge can explain the innovations in technology research and development institutes (R & D),focused on products and services related to the Internet, software, hardware, telecommunications (Telecom), information technology (IT) and automation. This study aims to characterize and classify these institutes, according to the models and guidelines adopted at the organizational knowledge. For this, the research has two phases: the first one, a qualitative phase and the second a quantitative phase. The qualitative phase used a semistructured script in four case studies, two cases of national institutes, one private institute and the other a public one, and two private multinational institutes situated in Brazil. For data analysis, we adopt the content analysis, analysis of the dimensions and non-participant observation. Based on the findings of this phase, we carried out the quantitative phase, through the application of a questionnaire to the whole population of 44 R & D institutes, however, only 17 of those institutes respondend. This questionnaire is structured with closed question, and it had incorporated a set of assertions measures, using a Likert scale with seven points. Thie analysis presented is descriptive and it was supplemented with secondary data, by searching the website of these 17 institutes. Therefore, the analysis adopted the technique of data triangulation in order to obtain more reliable results. The results revealed a predominance of organic model in 19 of 21 of the institutes studied, using both steps. However, it appears that, despite the strong orientation towards the organic model, there are elements of the mechanical model: the ability to combine bureaucracy without loosing the necessary flexibility. Two of the institutes have not demonstrated the mechanical configuration combining ability, i.e., the base is the bureaucracy, standardization, formalization and specialization. Whereas guidelines for exploitation and exploration is possible to identify and conclude that the institutes tend to have guidelines for exploration, however, some institutes show focus on exploitation, such as the relative efficiency of the processes and standard work routines. Of the four propositions for this stage of the research institutes in 14 were confirmed and ratified the findings of the qualitative phase. Regarding the classification of the 21 institutes surveyed, it can be stated that the focus is mainly on services and products. With regard to the vocation of the institutes, eleven reveal themselves facing R & D and radical innovations and incremental. However, for nine of these institutes it is possible to affirm that the vocation is D, development. The contribution of this thesis for the academic point of view, reveals that when discussing the role of models of organizational structures and guidelines for exploration and exploitation in search of possible lag between theory and application. The contribution for the business standpoint is that to understand how these factors are fundamental to the development of innovation and competitiveness. It is assumed that these factors may have implications on the performance and the economic viability of the R & D Institutes, since innovation is its business.
Palavras-chave: estrutura organizacional;  exploitation e exploration;  inovação;  instituto de P&D tecnológico;  organization structure;  exploitation and exploration;  innovation;  R&D institute of technology
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Administração
Programa: Administração de Empresas
Citação: FRANKLIN, Marcos Antonio. Estrutura organizacional, orientações para exploitation e exploration e tipos de inovações em institutos de pesquisa e desenvolvimento tecnológicos. 2011. 216 f. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/784
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12134
Data de defesa: 7-Fev-2011
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/784/1/Marcos%20Antonio%20Franklin.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Teses - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.