Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12108
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estratégias minimalistas na arquitetura dos anos 1980 e 1990
Autor: Almeida, Décio Otoni de
Primeiro orientador: Zein, Ruth Verde
Primeiro membro da banca: Villac, Maria Isabel
Segundo membro da banca: Farias, Agnaldo Aricê Caldas
Resumo: Nos anos 1980 e 1990 a crítica de arquitetura identificou parte da produção arquitetônica da época como “minimalista”. O nome, tomado do movimento na arte dos anos 1960 conhecido como Minimalismo ou Minimal Art, indicava uma tendência à redução formal no trabalho destes arquitetos. Paralelos foram estabelecidos entre aspectos do Minimalismo e algumas obras arquitetônicas do período, sugerindo uma apropriação pela arquitetura dos procedimentos – ou estratégias – utilizados nas artes visuais. Tomando como base quatro aspectos do tema – a forma elementar; a materialidade; a repetição uniforme; o vazio – a pesquisa procurou verificar, no estudo pormenorizado de oito edifícios projetados no período, a validade das associações estabelecidas entre estas arquiteturas e a arte minimalista, apontando suas similaridades e diferenças. Também foi analisada a repercussão da obra de Mies van der Rohe na arquitetura dos anos 1980 e 1990: a reconstrução, em 1986, do Pavilhão Alemão para a Exposição Universal de Barcelona de 1929 assinala o retorno do lema less is more, que passa a ser operado novamente por alguns arquitetos, após a revisão crítica da arquitetura moderna pelo pós-modernismo nas duas décadas anteriores.
Abstract: In the 1980s and 1990s, part of the architectural scene was labeled as “minimalist”. The term, taken from the 1960s art movement known as Minimalism or Minimal Art, denoted a tendency to formal reduction in buildings of the time. Comparisons were made between aspects of Minimalism and architectural works, suggesting that architects have made use of art strategies. This research has considered four aspects of the topic – elementary form, materiality, uniform repetition and emptiness – as a starting point for the study of eight buildings, searching for similarities and differences between art and architecture approaches that may validate or not their association. The repercussion of Mies van der Rohe’s work in the 1980s and 1990s has also been evaluated. The 1986 reconstruction of the German Pavilion for the 1929 Barcelona International Exposition marks the return of the “less is more” dictum, which starts being considered once again by some of the architectural practices, after the postmodern critique of modernism in the previous two decades.
Palavras-chave: minimalismo;  arquitetura dos anos 1980;  arquitetura dos anos 1990
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: Almeida, Décio Otoni de. Estratégias minimalistas na arquitetura dos anos 1980 e 1990. 2015. [376 f. ]. Dissertação( Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, [2015] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2790
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12108
Data de defesa: 16-Out-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2790/5/D%C3%A9cio%20Otoni%20de%20Almeida..pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.