Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12072
Tipo do documento: Dissertação
Título: Marinas: dificuldades para sua utilização como vetores de desenvolvimento urbano
Autor: Godoy, Enisson
Primeiro orientador: Bruna, Gilda Collet
Primeiro membro da banca: Righi, Roberto
Segundo membro da banca: Philippi Jr, Arlindo
Resumo: Debater os esportes náuticos traz à mente imagens de beleza, ação e liberdade. Marinas permitem associar essas imagens ao desenvolvimento urbano, sendo equipamentos urbanos que trazem consigo enorme conjunto de benefícios turísticos, econômicos e sociais à região onde se implantam. O Brasil, com mais de 8500 km de costas e clima tropical, não conta com estruturas náuticas em número correspondente ao enorme potencial que se apresenta. Este trabalho buscou lançar reflexões que conduzam a esta realidade. Esta pesquisa teve como objetivos, identificar os principais conhecimentos multidisciplinares sobre a maritimidade nacional e as estruturas de apoio náutico; demonstrar as condições necessárias à sua implantação e as diversas interferências possíveis, os recursos disponíveis, o tema ambiental, a legislação, a atuação da sociedade civil, as ONGs, o Ministério Público, as obrigações do Estado e a insegurança dos agentes licenciadores; avaliar as conseqüências destas interferências quando se desenvolve o planejamento visando à implantação de uma estrutura de orla destinada ao apoio náutico - Marina. A pesquisa foi quali-quantitativa na coleta de dados e interpretação que buscou sempre uma conexão com o objeto de estudo. Quanto aos meios, ela foi bibliográfica, exploratória, descritiva, histórica e dialética. A presença dos itens estudados pode ser encontrada no estudo do caso da reurbanização do Saco da Ribeira em Ubatuba, focando ali a implantação da Marina Golden Port. Os objetivos alcançados permitem que através da ciência dos possíveis obstáculos, o urbanista possa encontrar meios de superá-los, passando a adotar em maior número, as marinas como vetores de desenvolvimento urbano sustentável.
Abstract: Discussing nautical sports calls to mind images of beauty, action and freedom. Marines are able to associate those images with urban development, a set of urban equipment which brings out a great amount of economical, social and touristic benefits to the region where it is implanted. Brazil, a country with tropical weather and more than 8500 km of coast line, does not rely on correspondent nautical structures to the enormous potential that it presents. This work tries to articulate reflections that lead to this reality. This research aims at identifying the main multidisciplinary knowledge about national maritime and the structures of nautical support, the conditions needed to its implantation and its varied possible interferences. It also investigates the available resources, the environment team, the legislation, the civil society performance, the NGOs, the District Attorney, the insecurity of licensed agents, as well as assessing the consequences of those interferences when planning is being developed, having the implantation of a shore structure designed to nautical support in view Marine. This is a qualitative and quantitative research concerning data collection. As to the means, it is bibliographical, exploratory, descriptive, historical and dialectic. One can observe the presence of the studied items in the Saco da Ribeira reurbanization case study, which focus the Golden Port Marine implantation. The achieved objectives allow the urbanist, through the science of possible obstacles, to find ways to overcome them, as a greater number of Marines become adopted as vectors of sustainable urban development.
Palavras-chave: urbanismo;  marinas;  meio ambiente;  direito;  orla;  urbanism;  marines;  environment;  legislation;  shore
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Arquitetura e Urbanismo
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: GODOY, Enisson. Marinas: dificuldades para sua utilização como vetores de desenvolvimento urbano. 2008. 221 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2627
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/12072
Data de defesa: 5-Ago-2008
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2627/1/Enisson%20Godoy1.pdf
http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2627/2/Enisson%20Godoy2.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.