Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/11984
Tipo do documento: Dissertação
Título: As políticas de patrimônio e o desenvolvimento urbano na Vila Ferroviária de Paranapiacaba
Título(s) alternativo(s): The Heritage Policies and Urban Development in the Paranapiacaba´s Railway Village
Autor: D'agostini, Fernanda Figueiredo
Primeiro orientador: Abascal, Eunice Helena Sguizzardi
Primeiro membro da banca: Simões Júnior, José Geraldo
Segundo membro da banca: Passarelli, Silvia Helena Facciolla
Resumo: A Vila de Paranapiacaba é um exemplo vivo de um aglomerado urbano, palco de acontecimentos socioculturais construídos pelo homem em uma época memorável, compassada pelo avanço tecnológico, marcada pelos antagonismos das ocupações territoriais e culturais que consolidou sua identidade. Com mais de um século de existência a Vila de Paranapiacaba, construída pela empresa inglesa São Paulo Railway SPR, tornou-se um importante patrimônio histórico e cultural, devido às inovações tecnológicas trazidas pelos ingleses no século XIX, as quais possibilitaram a construção da linha férrea, o emprego de modernos equipamentos ferroviários e a introdução de um modelo de urbanização muito além do que até então o Brasil conhecia. No período de 1999 a 2014, foi elaborado e parcialmente implementado o Plano de Desenvolvimento Sustentável da Vila de Paranapiacaba, denominado Plano Patrimônio, que visa promover o desenvolvimento socioeconômico e ambiental da Vila de Paranapiacaba, a partir do turismo e da preservação de alguns imóveis tombados com o objetivo de promover espaços de visitação e cultura. Este trabalho visa à análise crítica do denominado Plano Patrimônio, como processo de concepção e implementação, cujos resultados dependem de um jogo de forças e atores, bem como de um sistema de decisões que não é neutro, sendo o fruto de posturas e ações do poder técnico-político e das tensões que engendra. Observa-se que apesar desse plano, os moradores não parecem se beneficiar de resultados consistentes no que se refere ao desenvolvimento da região. Indaga-se quais seriam as causas dessa aparente estagnação e resultados aquém das expectativas, sendo esse questionamento o que possibilitou a motivação deste trabalho e a definição de seu recorte temporal e espacial.
Abstract: The Paranapiacaba's Railway Village is a living example of an urban agglomeration, scenario of socio-cultural events built by man in a memorable season, paced by technological advance, marked by antagonism of territorial and cultural occupations that consolidated its identity. With more than a century, the Paranapiacaba's village, built by the british company Sao Paulo Railway - SPR, became an important historical and cultural heritage, due to technological innovations introduced by the british in the nineteenth century, which enabled the construction of the railway, the use of modern rail equipments and the introduction of an urbanization model far beyond from the known in Brazil. In the period between 1999 to 2014, were developed and partially implemented a sustainable development plan of Paranapiacaba's village, called Heritage Plan, which aims to promote the social, economic and environmental development of the village, from tourism and preservation of some tumbled buildings in order to promote areas for visits and culture. This work aims to critical analysis of the so called Heritage Plan, as its design and implementation process, whose results depend on a set of forces and actors, as well as a non neutral system of decisions, fruit of technical-political postures and actions, in addition to tensions that engenders. Currently it is observed that despite this plan, residents do not seem to benefit from consistent results with regard to the development of the region. We look into what are the causes of this apparent stagnation and results below expectations, and this questioning is that led to the motivation of this work and the definition of its temporal and spatial boundaries.
Palavras-chave: Vila Ferroviária de Paranapiacaba;  políticas urbanas;  projeto urbano;  plano patrimônio;  turismo cultural;  urban policies;  urban Project;  heritage plan;  cultural tourism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Arquitetura e Urbanismo
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: D'AGOSTINI, Fernanda Figueiredo. The Heritage Policies and Urban Development in the Paranapiacaba´s Railway Village. 2014. 143 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/371
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/11984
Data de defesa: 18-Dez-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/371/1/Fernanda%20Figueiredo%20D%20Agostini.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.