Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/11919
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estado x Mercado: planejamento em Săo Bernardo do Campo - 1964 a 2006
Autor: Rakauskas, Fábio
Primeiro orientador: Somekh, Nadia
Primeiro membro da banca: Alvim, Angélica Aparecida Tanus Benatti
Segundo membro da banca: Schiffer, Sueli Terezinha Ramos
Resumo: Este trabalho tem como foco central analisar a evolução dos Planejamento Urbano no município de São Bernardo do Campo a partir de um levantamento histórico das principais legislações urbanísticas que estruturaram a cidade entre 1964 e 2006. Esta análise é compreendida inicialmente com a da implantação da rodovia Anchieta e, consequentemente, da chegada da nova indústria no início dos anos 1950, quando a cidade iniciou um acelerado processo de urbanização. Neste sentido, a administração passou criar novos instrumentos de controle urbano em vista da nova dinâmica. Inicialmente os instrumentos eram pontuais e desarticulados, sendo apenas no início da década de 1960 elaborado o primeiro Plano Diretor do município. A urbanização acelerada e o impacto da indústria mostraram a necessidade de um instrumento gestão urbana com maior agilidade. Neste sentido foi elaborado, entre 1974 a 1977, o Plano de Desenvolvimento Integrado do Município (PDIM), com conceitos inovadores e planos de intervenções de curto, médio e longo prazo, articulado à recém criada Progresso São Bernardo do Campo S.A. (PRO-S.B.C.), que atuava como empresa de economia mista, gerindo os procedimentos de intervenções na cidade. A revogação do PDIM e as transformações urbanas, econômicas e produtivas, durante a década de 1980, levou São Bernardo do Campo à uma estrutura urbana desordenada. A criação do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC nasceu no início da década de 1990 a fim de equalizar os problemas que atingiam tanto a cidade como a região do ABC. Em 2006 aprovou-se o primeiro Plano Diretor orientado pelo Estatuto da Cidade, porém com índices intensivos de aproveitamento do solo, e consequentemente com grandes problemas de saturamento da infraestrutura e do sistema viário. Com a compreensão do planejamento urbano da cidade e o entendimento da evolução da estrutura urbana do município, influenciado inicialmente pela industrialização, foi possível entender o atual cenário urbano de São Bernardo do Campo. Além disso, o repertório histórico-urbano organizado nesta pesquisa poderá contribuir nos futuros trabalhos elaborados pela administração pública local.
Abstract: This work has as its central focus analyzing the evolution of urban planning in the municipality of São Bernardo do Campo from a historical survey of the main urban laws that structured the city between 1964 and 2006. This analysis is realized with an initial deployment of the Anchieta highway and therefore the arrival of new industry in the early 1950s, when the city began a rapid process of urbanization. In this sense, the administration has new tools for urban control in view of the new dynamic. Initially the instruments were off and disconnected, and only at the beginning of the 1960s developed the first Master Plan of the municipality. Rapid urbanization and the impact of the industry showed the need for an urban management tool with greater agility. In this sense was developed between 1974 to 1977, the Integrated Development Plan of the City (PDIM), with innovative concepts and plans for interventions of short, medium and long term, linked to the newly created Progressive São Bernardo do Campo S.A. (PRO-SBC ), which acted as a mixed economy company, managing the procedures for interventions in the city. The repeal of PDIM and the urban, economic and productive during the 1980s, Sao Bernardo do Campo led to a chaotic urban structure. The creation of the Intermunicipal Consortium of the Greater ABC was born in the early 1990s in order to equalize the problems that affected both the city and the region of the ABC. In 2006 approved the first master plan supervised by the City Statute, but with indices intensive land use and therefore with great saturamento problems of infrastructure and road system. With the understanding of urban planning and understanding of the evolution of urban structure in the city, initially influenced by industrialization, it was possible to understand the current urban landscape of São Bernardo do Campo. Moreover, the historical repertory-urban organized this research may help in future works prepared by the local public administration.
Palavras-chave: Plano Diretor;  São Bernardo do Campo;  industrialização;  Plano de Desenvolvimento Integrado;  Master Plan;  São Bernardo do Campo;  industrialization;  Integrated Development Plan
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Arquitetura e Urbanismo
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: RAKAUSKAS, Fábio. Estado x Mercado: planejamento em Săo Bernardo do Campo - 1964 a 2006. 2012. 166 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/294
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/11919
Data de defesa: 13-Fev-2012
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/294/1/Fabio%20Rakauskas.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.