Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/11895
Tipo do documento: Tese
Título: Planos diretores estratégicos de São Paulo, nova roupagem velhos modelos
Autor: Giaquinto, Paulo Ricardo
Primeiro orientador: Somekh, Nadia
Primeiro membro da banca: Bruna, Gilda Collet
Segundo membro da banca: Caldana Junior, Valter Luis
Terceiro membro da banca: Villaça, Flavio Jose Magalhaes
Resumo: Esta tese analisa escolhas e utilizações de variáveis e índices urbanísticos de parcelamento, uso e ocupação do solo (zonas e coeficiente de aproveitamento, por exemplo) do Plano Diretor Estratégico de São Paulo (2002) e dos Planos Regionais Estratégicos das Subprefeituras (2004), comparando-os com o zoneamento e planos anteriores. E, não por acaso, apesar de discursos afirmando ao contrário, a escolha e a forma de utilização das variáveis e dos índices urbanísticos adotados são, na maioria das vezes, idênticos. Estas escolhas e forma de utilização de variáveis e índices urbanísticos fazem parte da característica do planejamento urbano em São Paulo de priorizar a regulação da produção do mercado imobiliário e a proteção dos bairros jardins. Isto ocorre, não somente nas questões gerais, mas em cada mapa, tabela, conceito ou, principalmente, na implementação cotidiana, perpetuando uma visão individualista, lote a lote, da construção do espaço urbano que insiste em não olhar para os problemas da cidade
Abstract: This work analyzes the choices and use of urban variables and ratios for the subdivisions, use and occupation of the land (zones and floor area ratios, for example) of the Strategic Master Plan for the City of São Paulo (2002) and of the Regional Strategic Plans of the Sub-Municipalities (2004), comparing them with the previous existing zoning and master plans. And, not by chance, despite speeches otherwise, the selection and manner of using and adopting urban variables and ratios are, in the majority of the cases, identical. These selections and manner of uses of urban variables and ratios are part of the characteristics of urban planning of the city of São Paulo only prioritizing the regulation of the real estate market production and the protection of the garden neighborhoods. This occurs not only in the general questions, but on each map, schedule, concept or, specially, in the daily implementation, perpetuating a individualist view, plot per plot, for the construction of the urban built space that insists in not looking to the problems of the city
Palavras-chave: plano diretor;  zoneamento estratégico;  uso e ocupação do solo;  variáveis e índices urbanísticos;  master plan;  zoning;  strategic;  use and occupation of land;  urban variables and ratios
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Arquitetura e Urbanismo
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2576
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/11895
Data de defesa: 7-Abr-2010
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2576/1/Paulo%20Ricardo%20Giaquinto1.pdf
http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2576/2/Paulo%20Ricardo%20Giaquinto2.pdf
http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2576/3/Paulo%20Ricardo%20Giaquinto3.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Teses - FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.