Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/11871
Tipo do documento: Tese
Título: BI para TRI: as conexões perceptivas
Autor: Rossi, Maria Cristina de Barros
Primeiro orientador: Alonso, Carlos Egídio
Primeiro membro da banca: Lima, Ana Gabriela Godinho
Segundo membro da banca: Grinfeld, Fanny Feigenson
Terceiro membro da banca: Nascimento, Myrna de Arruda
Quarto membro da banca: Giorgi Junior, Giorgio
Resumo: Esse trabalho apresenta uma investigação sobre as técnicas do desenho e da composição no plano bidimensional e seus rebatimentos nas concepções do espaço tridimensional visando o aguçamento da percepção visual. Por intermédio da organização não normatizada de espaços, tem por objetivo verificar como a composição no campo visual do plano contribui para o desenvolvimento gradual da experiência compositiva de espaços tridimensionais: trata-se de paradigma fundamental de ensino e aprendizagem no início do curso de Arquitetura e Urbanismo, época em que os alunos possuem maior liberdade expressiva na medida em que ainda não são enfatizados os compromissos com as técnicas construtivas e com as funções específicas da arquitetura. Com a finalidade de compreender as questões que envolvem os espaços bi e tridimensionais, indagar sobre os elementos próprios da composição visual significa, antes de tudo, analisar as suas inter-relações de acordo com as nossas percepções e com os conceitos, as técnicas de representação e a linguagem dos materiais utilizados para tal fim. Trata-se de um fenômeno que envolve outros canais perceptivos, tanto de caráter sensoriais como lógicos, o que determina o seu caráter interdisciplinar: nesse sentido, deve ser pesquisado e desenvolvido tanto nas áreas teórico-científicas como nas manifestações experimentais artísticas e nos pensamentos não verbais. O que nos guia nesse estudo é a singularidade da percepção visual vinculada diretamente às características do processo de visão dos objetos e dos espaços tridimensionais e as possibilidades sintáticas de suas representações no plano bidimensional tendo como suporte o desenho gráfico enquanto elemento básico do processo compositivo: para atingir esses objetivos, são verificados vários procedimentos metodológicos que podem ser experimentados na sua elaboração e seus consequentes resultados. Percepção e representação, o ato de pensar graficamente, a sensibilidade contaminada pelas qualidades visuais, foram alguns dos temas já discutidos anteriormente em nossa dissertação de Mestrado e que, neste trabalho, serão revistas e complementadas por meio de reflexões mais aprofundadas sobre as relações formais dos paradigmas próprios da composição visual que agem de maneira dialética quando são relacionadas nessas duas naturezas distintas, o bidimensional e o tridimensional. Trata-se de um início experimental de especulações das qualidades formais e volumétricas, dando ênfase aos métodos criativos e à gestão dos diversos suportes da linguagem que os concebem e os representam, assim como de relações mais complexas que envolvem percepção, sentido e significado para o ser humano no âmbito social, histórico, comportamental e emocional.
Abstract: This work presents a vast investigation on the drawing and composition techniques as regards to their bi-dimensional level and its echo on the tri-dimensional space. By means of a non normalized organization of spaces, it´s purpose is to verify how the composition in the visual plan contributes to the gradual development of the composite experience of tridimensional spaces: it is about a fundamental teaching and learning paradigm on the early stages of architecture and Urbanization studies, time in which the students hold a higher liberty expression taking into consideration that at this time the commitment do constructive techniques and the specific functions of architecture are not yet emphasized. In order to comprehend the questions that surround bi and tri-dimensional spaces, an inquiry about the visual composition itself means, before all, to analyze its co relations according to our new perceptions holding the concepts, the representation techniques and the language of materials used to its purpose. It is about the phenomena that contour other perceptive channels, being them of sensorial character as logics, which determines it s inter disciplinary character: in this sense, there is a need of research and development in the theoretic and scientific areas as well as in the experimental artistic manifestation and in nonverbal thoughts. The purpose that drives us in this study is the singularity of the visual perception directly bonded to the objects and tri-dimensional spaces vision process characteristics and the syntactic possibility of its representations on the bi-dimensional plan, having as a support the graphic design as a basic element of the composite process: in order to achieve these aims, various methodological procedures are verified which can be experimented on their elaboration and their consequent results. Perception and representation, the act of thinking graphically, the sensibility contaminated by the visual qualities, were some of the themes already discusses previously in our Master dissertation in which in this present work will be revised and complemented by means of deeper reflections about the paradigm very specific formal relations of the visual composition that acts in a dialect form when related in both distinct natures, bi-dimensional and tridimensional. It is about an experimental beginning of the speculation of the formal and volumetric qualities, with emphasis on the creative methods and on the management of various language supports that conceives and represents them, as well as to more complexes relations that involve perception, sense and the meaning for the human being on the social, historic, behavioral and emotional scopes.
Palavras-chave: composição;  desenho;  percepção visual;  representação bidimensional;  representação tridimensional;  composition;  drawing;  perception;  bi-dimensional representation;  tridimensional representation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Arquitetura e Urbanismo
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: ROSSI, Maria Cristina de Barros. BI para TRI: as conexões perceptivas. 2014. 218 f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/483
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/11871
Data de defesa: 2-Jun-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/483/1/Maria%20Cristina%20de%20Barros%20Rossi.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Teses - FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.